sábado, 7 de janeiro de 2012

Forno de micro-ondas tem novas regras de segurança

O Inmetro definiu novas regras de segurança e eficiência energética para a fabricação de fornos de micro-ondas, com o objetivo de prevenir acidentes e incluir o produto no Programa Brasileiro de Etiquetagem (PBE). 


Os aparelhos terão de informar quanto ao consumo elétrico, como já acontece em produtos como fogões, inclusive no modo espera (standy by).


O produto receberá a Etiqueta Nacional de Conservação de Energia (ENCE), com graduações de ¨A¨ a  ¨C¨ , sendo ¨A¨ o nível que representa a maior eficiência energética.


Serão avaliados também requisitos de segurança como limite de temperaturas máximas do aparelho e do ambiente


As empresas terão 12 meses para se adequarem.


Comentário pessoal:
O micro-ondas é um aparelho já plenamente incorporado nas cozinhas residenciais e em vários bares, lanchonetes e restaurantes.
Basicamente as micro-ondas aquecem as moléculas de água dos alimentos.
Você já deve ter experimentado aquecer um pão seco e viu que o resultado não é bom.
Para que as micro-ondas sejam emitidas pela válvula eletrônica, Magnetron, é necessário que a fonte do aparelho forneça voltagem em torno de 5000 volts e corrente elétrica em torno de 10 amperes. Ou seja, uma combinação de alta voltagem e alta corrente.
Por isso é muito importante que seja feito o aterramento do aparelho.
Você já pensou em tocar a mão na caixa de aço do aparelho, com defeito, e estando energizada com 5000 volts ?
Evite ligar o aparelho vazio. As micro-ondas, na ausência de algo para ser aquecido, tentarão furar a caixa interna.
Se você observar algum furo nas laterais da porta, jogue fora o aparelho, pois por este furo haverá vazamento de micro-ondas para o exterior, o que é extremamente perigoso para seus olhos.


Tenha um dia iluminado !


Fontes:
www.readmetro.com
www. inmetro.com.br




PageRank



Nenhum comentário:

Postar um comentário