domingo, 1 de julho de 2012

Minha luminária com lâmpadas fluorescentes não acendeu !

Luminária fluorescente com reator convencional
As luminárias que utilizam reator convencional e partida com start (tubinho de metal ou de plástico com capacitor ou sem capacitor), demoram um pouco a acender e costumam piscar uma, duas ou três vezes antes do acendimento pleno.


Quando a lâmpada não acender, troque a lâmpada e o start também.
Não acendeu ?
Verifique se os conectores ou soquetes das lâmpadas estão bem conectados.
Se estiverem frouxos, substitua-os.
Não acendeu ?
Substitua o reator convencional.
Não acendeu ?
Retire a luminária do teto e coloque em seu lugar um bocal com rabicho e uma lâmpada para testar o funcionamento do circuito.
Não acendeu a lâmpada do bocal de teste ?
Troque o interruptor de parede.


Observação:
Estes procedimentos estão em ordem do mais comum ao menos comum.


Luminária fluorescente com reator magnético de    partida rápida
As luminárias que utilizam reator magnético, acendem quase que instantaneamente.

Quando as lâmpadas não acenderem, ou só uma acender, ou demorarem a acender, ou acenderem e em seguida tornarem a apagar, troque as lâmpadas.
Não acendeu ?
Verifique se os conectores ou soquetes das lâmpadas estão bem conectados.
Se estiverem frouxos, substitua-os.
Não acendeu ?
Substitua o reator magnético de partida rápida.
Não acendeu ?
Retire a luminária do teto e coloque em seu lugar um bocal com rabicho e uma lâmpada para testar o funcionamento do circuito.
Não acendeu a lâmpada do bocal de teste ?
Troque o interruptor de parede.


Luminária fluorescente com reator eletrônico
As luminárias que utilizam reator eletrônico, acendem instantaneamente.


Este tipo de partida é obtida com uma descarga de 1000 volts, gerada pelo circuito do próprio reator.

Embora seja o reator mais econômico de todos, este tipo de acendimento causa um grande desgaste na lâmpada.


Se for instalada em uma cozinha, por exemplo, ela deverá ficar ligada o maior tempo possível.


Procedimentos para quando as lâmpadas não acenderem, são iguais aos da luminária com reator magnético.




Comentário pessoal:
Quase todos os condomínios e residências em geral, estão substituindo estas luminárias com lâmpadas fluorescentes tubulares de 20w ou 40w por luminárias com lâmpadas FLC.













Autor do texto:
Gilson Carlos Pessanha
MyFreeCopyright.com Registered & Protected












Blessed Be Comments
Obrigado por sua indicação






6 comentários:

  1. ao invés de usar uma lampada de teste apos retirar o reator posso testar se esta chegando energia com o multiteste e testar tambem o restor se está bom? obrigado pela dicas e parabésm pelo site!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá , Pablo Guerreiro,
      Sim pode ser verificado a entrada com o multiteste.
      Na saída do reator, o teste fica um pouco mais complicado, porque nos reatores eletrônicos de Alto Fator de Potência, o disparo inicial é com uma descarga elétrica de 1000 a 2000 volts.
      Reator com cheiro de queimado, vazando capacitor, capacitor estufado, não perca tempo, faça a substituição.
      Uma vez verificada a voltagem de entrada (127 ou 220 volts), troque a lâmpada. Não acendeu, troque o reator.
      Tenha um dia iluminado !

      Excluir
  2. Vale lembrar que as lâmpadas compactas possuem reatores de acendimento instantâneo, gerando o mesmo problema das lâmpadas tubulares (experiência própria). Já vi, mas é raro achar, reatores eletrônicos de partida RÁPIDA (ou "soft start), que funciona aprocimadamente igual ao reator de starter, mas sem piscar nenhuma vez antes do acendimento. A diferença é que a voltagem de partida é menor, sendo esse o motivo da lâmpada demorar mais para acender, mas ela dura bem mais, se comparada aos reatores de partida instantânea. Geralmente, os reatores de partida rápida foram feitos para lâmpadas fluorescentes tubulares T5 ("super finas").

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Henrique Rodriguez,
      Obrigado por seu comentário, o qual enriqueceu as informações deste post.
      Tenha um dia iluminado !

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Em minha casa possuo um circuito com 03 luminárias com lâmpadas fluorescentes com reator e starter. Todas tubulares de 20wats.
    Em uma destas luminárias (calha) resolvi substituir por uma tubular T8 led 18Wats, para a qual segui o esquema elétrico de ligação, que neste caso, fase/neutro em única extremidade da lâmpada.

    Todas são acionados por uma única tecla/interruptor.

    Problema:

    Com o circuito alimentado, ou seja, Interruptor ligado, faço o encaixe da lâmpada led no soquete e ela acende e prmanece acesa, porém, ao desligar o interruptor e religa-lo, a lâmpada lêd queima, coloquei outra nova e quei0mou também. L
    Já conectei nesta mesma calha uma lâmpada led bulbo e não queima.
    Ocorre apenas com led t8 tubular.

    Qual seria a causa.?

    ResponderExcluir