quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Conheça alguns termos técnicos usados na eletricidade

Confira alguns termos técnicos usados pelos profissionais e aumente o seu vocabulário.

Ampère:
Unidade de medida da grandeza elétrica.

Aterramento:
É o ato de se conectar intencionalmente um circuito elétrico de baixa impedância com a terra, em caráter permanente ou temporário.
Sua principal função é proteger contra choques elétricos.

Benjamim:
Extensão elétrica múltipla para ampliar o número de tomadas disponíveis em um ponto.

Capacitor:
Dispositivo elétrico que permite corrigir o fator de potência e como consequência ter maior eficiência energética por causa do melhor aproveitamento de carga da rede elétrica.
É usado para dar partida em motores, filtragem de ruídos, armazenar energia elétrica, acoplamentos e desacoplamentos em circuitos eletrônicos, etc.

Carga instalada:
É a soma das potências nominais dos equipamentos elétricos instalados.

Circuito:
É o conjunto de condutores elétricos que servem a determinado número de pontos.

Circuito elétrico:
É o conjunto de equipamentos elétricos alimentados por uma mesma fonte e protegidos pelos mesmos disjuntores ou fusíveis.

Conduíte ou eletroduto:
É o canal por onde passam os condutores elétricos.

Condutor elétrico:
É um material normalmente metálico utilizado para transportar a energia elétrica e distribuí-la numa rede ampla, como fios e cabos.

Conectores:
São dispositivos de aplicação rápida para realizar emendas ou ligações elétricas por meio de parafusos, travas, etc.

Consumo de energia:
É a quantidade de energia elétrica utilizada por um consumidor, cuja grandeza que a define é o Kwh (Quilowatt-hora) e sua unidade é o Watt.

Contato:
É a interface de duas superfícies condutoras que se tocam, fechando um circuito elétrico.

Corrente de fuga:
É a corrente de condução que por causa de um isolamento imperfeito, percorre um caminho diferente do previsto.
Isso causa perda de energia elétrica e gera consumo desnecessário e, como consequência, aumento na conta de energia elétrica.

Corrente elétrica:
É o fluxo de carga elétrica de um condutor e é medida em ampères.

Curto-circuito:
É uma ligação intencional ou acidental entre dois pontos ou mais pontos de um circuito elétrico com baixo valor de resistência.

Descarga elétrica:
É o processo causado por um campo elétrico, que muda abruptamente de um meio isolante para um condutor.

Disjuntor:
É um dispositivo que corta a passagem de corrente elétrica se ela for excessiva (sobrecarga) ou em caso de haver um curto-circuito.
Sua principal função é proteger a fiação elétrica.

Fase elétrica:
Termo genérico que se refere tanto a uma tensão de fase como a um condutor fase.

Fita isolante:
É uma fita adesiva com revestimento apropriado para utilizar em isolamento elétrico de emendas ou ligações de fios e cabos elétricos.

Fusível:
Não é fuzil (arma) e eram utilizados em quadros de distribuição mais antigos, no lugar dos disjuntores.
Também tem como função proteger a instalação elétrica e em caso de curto-circuito é queimado e deverá ser substituído.

KVA:
É a unidade de medida de potência aparente na base unitária de 1000 Va = 1 KVA.


Kwh:
É o símbolo universal que define a unidade base de medida de consumo de energia elétrica, corresponde a 1000 Watts de consumo em uma hora.

Neutro:
É o condutor de um sistema monofásico, bifásico ou trifásico ligado permanentemente sem passagem de corrente.

Potência:
Indica o consumo e o fornecimento de energia elétrica em um circuito de corrente alternada, a qual é igual ao produto da tensão e da corrente.
W= E x I
Onde:
W é a potência expressa em Watts.
E é a tensão expressa em volts.
I é a corrente expressa em ampères.

Quadro de Distribuição ou Quadro de Luz ou QDL:
É a caixa onde estão os disjuntores ou os fusíveis da qual partem os circuitos que abastecem a residência.

Queda de tensão:
É a diferença entre as tensões existentes em dois pontos ao longo de um circuito em que há corrente elétrica.
Quando frequentes, comprometem o funcionamento de todos os equipamentos elétricos que não possuem autorregulagem;

DPS:
Dispositivo de proteção contra surtos elétricos.

Rede monofásica:
Rede de distribuição elétrica composta por 1 fase e 1 neutro.
Atualmente, no Brasil, as concessionárias não instalam mais este tipo.

Rede bifásica:
Rede de distribuição elétrica composta por 2 fases distintas e 1 neutro.
Atualmente, no Brasil, as concessionárias não instalam mais este tipo.

Rede trifásica:
Rede de distribuição elétrica composta por 3 fases distintas e 1 neutro.

Resistência elétrica:
É a grandeza escalar que caracteriza a propriedade de um elemento de circuito de converter energia elétrica em calor.

Resistor:
É um dispositivo usado para introduzir resistência em um circuito elétrico.

Sobrecorrente:
É a corrente elétrica cujo valor excede o valor nominal suportável.

Sobretensão:
É a tensão cujo valor excede o maior valor nominal especificado.

Seção ou Bitola:
É a espessura de um fio ou cabo elétrico, que corresponde à capacidade de condução de energia.
Quanto maior a seção, em mm², mais energia suporta.

Watt:
É a unidade do Sistema Internacional de Unidades e é usada para medir a potência elétrica.

Fonte:
Manual do Construtor - Instalações elétricas.

Comentário pessoal:
Isto tudo é muito chato até de ler.

Estas informações não irão mudar em nada a sua vida no seu dia a dia.

Se isto te confortará, me deu mais trabalho de digitá-las do que o tempo que você levou para ler.

Em todo caso, como muitos eletricistas iniciantes e estudantes  deste setor seguem este Blog...





Autor do comentário:
Gilson Carlos Pessanha









Blessed Be Comments
Visite e curta a minha página no facebook.com/GilsonEletricista





Nenhum comentário:

Postar um comentário