domingo, 6 de janeiro de 2013

A eletricidade faz parte da sua vida

A eletricidade já faz parte das nossas vidas, seja para embalar uma conversa no fim da noite ou para envolver pai e filha na tarefa escolar.

Por esses e outros tantos motivos é de fundamental importância cuidar para que as instalações elétricas de sua residência estejam sempre funcionando corretamente, suprindo as necessidades da sua família, além de garantir conforto, segurança e bem estar a todos.

Hoje é quase impossível viver sem energia elétrica.

A eletricidade está tão presente no nosso dia-a-dia que nem nos damos conta.

Até a chegada da fatura da concessionária de energia e o susto com o valor a pagar.

A vida moderna gira em torno da eletricidade.

Desde o simples acender de uma lâmpada até um complexo  projeto de automação e luminotécnica, a eletricidade se faz presente.

Já imaginou como seria a vida da dona de casa moderna, que além de cuidar do funcionamento da rotina doméstica precisa se destacar no mercado de trabalho, além de atuar como mãe zelosa e esposa bela e dedicada ?

Talvez a sua voz interior esteja pensando: ¨Claro que pode ! ¨ 
Nossas avós não sobreviveram  a isso ? , mas esquece que as donas de casa antigamente dedicavam-se exclusivamente às tarefas do lar e ao zelo familiar.

Hoje, o cenário é outro.

A vida, cada vez mais corrida, exige que tudo seja feito ao mesmo tempo.

Enquanto a máquina de lavar roupa começa o seu último ciclo, garantindo que as roupas da família inteira fiquem limpas e macias em pouco mais de uma hora, o almoço saiu do feezer direto para o microondas.

A filha mais velha passa chapinha no cabelo, se preparando para a escola, enquanto o pequeno empenha-se em superar o recorde no videogame.

O telefone toca!

É o pai, ligando do seu celular para avisar que vai conseguir chegar a tempo para o almoço.

E a mãe, enquanto passa as últimas instruções para a diarista, imprime um mapa capturado na internet com a rota precisa para chegar ao seu cliente.

Em poucos minutos, o portão automático da garagem é acionado: o pai chegou.

O microondas apita, avisando a todos que o almoço está pronto.

Viu só como, num breve espaço de tempo, esta família esteve em contato com algo que depende de energia elétrica ?

Imagine a carga de eletricidade que teve de passar pelos cabos, conectores, disjuntores, tomadas e interruptores, enfim, de toda a rede elétrica da sua casa, para distribuir e garantir com eficiência a energia necessária para o funcionamento de tantos aparelhos ligados ao mesmo tempo !

O problema é que em muitos lares brasileiros, a rede elétrica não é compatível com as necessidades  e demandas de seus moradores.

Nestes casos, sobrecarregar a rede elétrica pode gerar resultados desastrosos: desde a queima  dos equipamentos ligados na rede, até choques e incêndios.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a segunda maior causa de incêndios no Brasil é relacionada a problemas nos sistemas elétricos residenciais e comerciais.

Além disso, quanto mais defasada  estiver a rede elétrica da sua casa, maior será o consumo de energia, refletindo em mais gastos.

Isto ocorre porque podem estar acontecendo ¨fugas de energia¨ entre os cabos, disjuntores, interruptores ou tomadas.

A cada dia que passa o acesso a novos equipamentos eletroeletrônicos, a nova carga instalada aumenta a demanda de energia, ou seja,  são necessárias correntes maiores passando pelos fios para fazer funcionar tantos aparelhos.

Como consequência, há uma necessidade de se readequar as instalações elétricas para a nova realidade, aumentando as seções dos fios, adequando os dispositivos de proteção (disjuntores) e aumentando o número de tomadas.

O quê fazer ?
Os especialistas são unânimes: se você acabou de se mudar para um imóvel antigo ou se a sua residência já tem mais de 10 anos, então está na hora de fazer uma manutenção na rede elétrica.

Casas antigas foram projetadas quando havia um consumo menor de energia elétrica.

Ao mudar-se para um novo imóvel, consulte um profissional habilitado para realizar uma análise na rede elétrica.

Tenha em mente que ele deverá perguntar que tipos de aparelhos elétricos você vai utilizar, se você pretende utilizar algum aparelho fora do comum, por exemplo, um secador de cabelos daqueles profissionais.

Avise-o qual o tipo e em qual tomada pretende ligá-lo.

A cozinha é um dos ambientes da casa que ganhou ajuda extra em equipamentos e utensílios de última geração.

Fogão com acendimento elétrico, geladeira, freezer, forno, chapa elétrica, microondas, torneira elétrica, batedeira, liquidificador, extrator de sucos, triturador, coifa, etc., são muitos os equipamentos que necessitam serem plugados na rede elétrica.

Será que a sua cozinha está pronta para receber todo este aparato tecnológico ?

Talvez seja necessário uma revisão nas instalações elétricas !

















Fairy Comments & Graphics
Visite e curta a minha página no facebook.com/GilsonEletricista







Nenhum comentário:

Postar um comentário