segunda-feira, 24 de junho de 2013

O Boiler elétrico furou. O quê fazer ?

Olá amigos e leitores do Blog.

O boiler elétrico instalado no apartamento de minha cliente furou e a água se infiltrou pela parede da cozinha e área de serviço.


O boiler elétrico, com capacidade para armazenar o volume de 200 litros de água, estava apresentando uma grande oxidação em várias partes e o reparo não valia apena ser feito.

A substituição por um novo, ficaria bastante cara, pois o preço era de R$3,500,00 + a mão de obra para retirada do antigo e a instalação do novo.

O quê fazer ?
Ele poderia ser substituído por um moderno aquecedor à gás, porém esta instalação exigiria uma pequena obra, porque o aquecedor não poderia ficar no mesmo local, onde o boiler estava alojado.

Ao examinar a posição do banheiro, verifiquei que ele ficava ao lado do escritório, onde estava localizado o quadro de luz.

A parede era comum aos dois ambientes.

Sugeri um corte na parede e a instalação  de um conduíte embutido, interligando o quadro de luz com a posição do box, dentro do banheiro e a instalação de um chuveiro elétrico.

Esta pequena obra teria um custo muito inferior, porém haveria a necessidade de um posterior acabamento de pintura na parede do escritório.

Como a cliente estava para receber alguns hóspedes, no dia seguinte, preferiu fazer a instalação do circuito elétrico com canaletas adesivadas da marca Alumbra.

Para um bom volume de água e um bom aquecimento, sugeri o chuveiro elétrico Advanced 7500w x 220 volts.

Para a proteção do circuito elétrico instalei uma caixa externa da marca Alumbra com um disjuntor bipolar Din de 32 ampères da marca Siemens, acima do chuveiro, porque no quadro de luz não havia mais espaço para a instalação de novos disjuntores.

Para a proteção do usuário, instalei um 3º fio para o aterramento elétrico.

Para esconder o quadro de luz, sugeri a colocação de um poster ou quadro.

Vejam as fotos do passo a passo deste tipo de instalação, a qual foi feita em 1/2 dia de trabalho.


 O primeiro passo é retirar o antigo chuveiro com o respectivo braço.
Não é necessário fechar o registro de água, basta manter a torneira fechada.


A rosca do tubo da parede está um pouco para dentro e o tubo do chuveiro não consegue rosquear.

 Neste caso deveremos instalar um prolongador de metal de 1/2 polegada.
Existem 3 tamanhos. Este é o menor.

Sempre aplique fita teflon em todas as conexões de água ou de gás.

Prolongador instalado e fita teflon aplicada no tubo do chuveiro.

 Este é o quadro de luz e na lateral esquerda, já existe uma canaleta com fiações para outro cômodo.
Vou colocar as minhas canaletas ao lado destas existentes.

 Para aparar o pó da furação, basta fixar qualquer saco de plástico abaixo do ponto a ser furado.

 Chuveiro rosqueado no prolongador e base da caixa externa fixada com duas  buchas e parafusos.

 Disjuntor instalado e fios conectados.

 Tampa da caixa fixada e resistência instalada.

 Visual final.

 Tampa do quadro de luz recolocada.

 Quadro de luz escondido com um quadro com cavalo.

Serviço concluído e boas vindas aos hóspedes.


Autor do texto e das fotos:
Gilson Carlos Pessanha
MyFreeCopyright.com Registered & Protected









Book & Candle Comments
Visite e curta a minha página no facebook.com/GilsonEletricista

5 comentários:

  1. Parabéns, meu caro, a necessidade faz o sapo pular. Gostei. Se me permite gostaria de acrescentar que I=ExP se o chuveiro é 7500 W e a tensão é de 220, a amperagem percorrida nele, no seu maior consumo será de 34 amperes, o disjuntor que usou foi de 32 A, e o fio foi 6mm cuja capacidade máxima é de 36 Amperes, em outras palavras, protegeu a fiação, mas o chuveiro em banhos demorados, em temperatura máxima e quando o disjuntor ficar cansado poderá, PODERÁ, repito, desarmar. só um parenteses. mas ficou bom.

    ResponderExcluir
  2. Olá Rogério Nogueira Senhor R,
    Realmente, pela fórmula,
    W=E.I
    onde W é a potência em watts, E é a voltagem em volts e I é a corrente em ampères, temos
    7500= 220.I
    I= 7500/220
    I= 34 ampères

    Aqui no Rio de Janeiro, a voltagem de 220 volts é conseguida com a combinação de duas diferentes Fases de 127 volts.
    A fornecedora Light, considera normal uma variação de até 5 volts, o que elevaria estes 127 volts para 132 volts.
    O disjuntor Din acima de 32 ampères seria o de 40 ampères.
    Porém , quanto menor o valor de um disjuntor, maior o grau de proteção.
    Antes da escolha entre o disjuntor de 32 ampères e o de 40 ampères, aferi a voltagem e encontrei o valor de 224 volts e a corrente o valor de 29,5 ampères, na maior temperatura selecionada (7500w).
    Segundo a própria cliente, ela disse não gostar de banho com a água muito quente, o que me levou a concluir que ela normalmente selecionaria a temperatura em ¨Quente¨ ou ¨Morno¨.
    Quanto aos eventuais e passageiros hóspedes, eles poderiam tomar um banho mais demorado e utilizando a potência máxima, se o valor da corrente elétrica ultrapassasse o valor nominal do disjuntor de 32 ampères o disjuntor esquentaria e desarmaria por sobrecarga.
    Como a minha garantia para este tipo de instalação é de 1 ano e como a minha cliente mora no mesmo bairro e dando uma maior proteção ao circuito, optei pelo disjuntor de 32 ampères.
    Caso a sua cidade não tenha 127 volts, ou seja, uma Fase seja de 220 volts em relação ao Neutro, a instalação de um disjuntor de 40 ampères será a correta.

    Vou anexar uma tabela para capacidade máxima de condução de algumas bitolas para distâncias de até 20 metros, com 2 condutores isolados e energizados em um eletroduto de seção circular, com temperatura máxima de 70º.
    1 mm²: 14 ampères
    1,5 mm²: 17,5 ampères
    2,5 mm²: 24 ampères
    4 mm²: 32 ampères
    6 mm²: 41 ampères
    10 mm²: 57 ampères
    16 mm²: 76 ampères
    35 mm²: 125 ampères
    Fonte:
    www.metalsinter.com.br/metalsinter/suportetecnico/dicassobrecondutor.pdf

    Obrigado pelo comentário e
    Tenha um dia iluminado !

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Bom dia
    Essa instalaçao de disjuntores perto do chuveiro nao poderia ocorrer jamais, ao desarmar a promeira coisa a ser feita sera tentar armar o disjuntor molhado ai ja viu neh

    ResponderExcluir
  5. Olá Hernani Costa,
    concordo com você.
    Nesta ocasião ofereci e orientei sobre a instalação de um DR nesta mesma caixa e a cliente não se interessou.
    No entanto, note que o disjuntor está localizado em uma caixa fechada e acima do chuveiro.
    Este apartamento é antigo e o pé direito é de 3 metros.
    Para alcançar só com uma escada alta e para abrir esta escada dentro deste box é bem complicado.
    Para sair e apanhar a tal escada, vai ter de se secar e se vestir, porque um hóspede sair andando nu, molhado e levando uma escada ficará estranho.
    Mas volto a dizer você está certo.
    Atualmente este serviço eu só faria com um DR ao lado dos disjuntores.
    Obrigado por sua visita e comentários no Blog.
    Tenha um dia iluminado !

    ResponderExcluir