sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

O uso da Fralda Geriátrica.

Olá amigos e leitores do Blog do Gilson Eletricista.

Todos queremos viver, se possível para sempre.

Os anos vão passando, a experiência vai aumentando e as doenças vão chegando.

Umas das muitas, são a incontinência urinária e o irregular funcionamento digestivo.

Mas ter de voltar a usar fraldas como quando éramos crianças !









Semana passada, fui chamado por minha cliente, para achar uma solução técnica para o acompanhamento do pai.

O pai, com mais de 80 anos, sofre de incontinência urinária e durante a noite, sente necessidade de ir ao banheiro várias vezes.

Ele tem acompanhamento médico com enfermeiro 24 horas por dia.

Mas, na parte de noite, ele se recusa a que o acompanhante fique dentro do quarto.

A noite ele se levanta e silenciosamente vai até o banheiro e retorna.

O perigo é que, devido a idade, ele poderá sofrer uma queda, neste trajeto, ou até mesmo dentro do banheiro.

As quedas em pessoas de idade avançada são, até mesmo, mais perigosas do que a doença.

Qual a solução ?
Instalação de um sensor de presença para acionar uma lâmpada vermelha e uma campainha cigarra.

O acompanhante ficará em um hall, situado entre um corredor e as portas dos quartos.

O sensor de presença ficará instalado numa das paredes deste corredor.

Dica:
Sensor de presença de parede com ângulo fechado e alcance de 7 metros.

Em uma das paredes do hall (ou no teto rebaixado), será instalado uma luminária de embutir com uma lâmpada FLC de 13 w x 127 volts na cor vermelha.

Ao lado desta luminária, ou acima do teto de gesso, será instalada uma campainha cigarra.

Ao ser detectado, o silencioso deslocamento do Senhorzinho, no escuro, em direção ao banheiro, o sensor acionará o acendimento da lâmpada vermelha e acionará o som da cigarra.

Para que a cigarra não fique alarmando durante 30 segundos, foi instalado um interruptor simples para poder desativá-la.

Qual a necessidade de instalar uma campainha ?
O acompanhante poderá, em algum momento, estar no banheiro, estar na cozinha ou estar dormindo, e não verá o acendimento da luz vermelha.

Importante:
o interruptor da campainha, ao cessar o atendimento e o movimento, deverá ser religado para que a campainha fique preparada para um novo alarme.

Comentário Pessoal:
Este mesmo sensor poderá também ligar uma câmera para filmar e gravar todos os atendimentos noturnos ao Senhorzinho.

Quando retornar a este apartamento, vou fotografar as instalações acima.


E onde entra o uso do Fraldão geriátrico neste post ?
Já ia  até me esquecendo.
Todos os senhores e senhoras se recusam a usá-los.

Meu cliente, com mais de 80 anos, teve uma dor de barriga.

A barriga roncava e trovejava.

Foi se controlando até chegar em casa.

Dispensou a acompanhante e foi para o banheiro.

Como já estava com a mão na maçaneta, começou a relaxar.

A porta não estava abrindo e ele não mais conseguiu se segurar.

A merda escorreu pelas bermudas e pelas pernas e alagou o piso.

Ele não conseguia nem se mexer.

Então, desesperado gritou:  Socorro !!!

A acompanhante não ouviu.

Ninguém apareceu.

Finalmente a porta abriu e ele resolveu se lavar.

Não havia água.

O prédio estava limpando as cisternas e a água havia sido fechada.

Desesperado, não titubeou e se lavou com a água do vaso sanitário.

Se estivesse com seu fraldão...

E por falar nisso vou parar por aqui, também estou com vontade de ir ao banheiro e me lembrei que também não estou com o meu fraldão...


Autor do texto e das fotos: Gilson Carlos Pessanha           MyFreeCopyright.com Registered & Protected

Blessed Be Comments
Visite e curta a minha página no facebook.com/GilsonEletricista

Nenhum comentário:

Postar um comentário