segunda-feira, 28 de julho de 2014

Minhas 2 bombas de água pararam de funcionar. O quê aconteceu ?

Olá amigos e leitores do Blog do Gilson Eletricista.

Antigo cliente, o qual atendi há 10 anos atrás, voltou a solicitar os meus serviços.

Dica:
Se você é um profissional autónomo, o trabalho realizado será a sua melhor propaganda...

Os serviços que fiz, ainda estavam funcionando perfeitamente.

O problema agora foi que a bomba da banheira de hidro-massagem e a bomba que joga a água da cisterna, localizada no térreo, para a caixa de água, localizada no terraço, pararam de funcionar.

Bomba da banheira de hidro-massagem.
Primeiro passo é abrir a torneira de água.

Segundo passo é pressionar a botoeira de acionamento da bomba.

A bomba emitiu um zumbido grave e não movimentou a água.

Dica:
Qualquer motor, ao ser ligado e não girar, emitirá um forte zumbido e se não for desligado queimará o enrolamento das bobinas.

Quais as causas de um motor não girar e apresentar zumbido ?
Enrolamento em curto-circuito, parcial ou total;

A falta de 1 das 3 Fases em um motor tri-fásico.

Sub-tensão.

Mancais oxidados (motor colado pela ferrugem).

Falta de uso.

Abri a tampa de inspeção da banheira, para aferir a tensão de alimentação.

Mono-fásico - 127 volts - 1/2 CV.

Perguntei:
há quanto tempo esta banheira não é utilizada ?

Mais de 2 anos...

Dica:
Um motor sem uso e guardado em local adequado, poderá permanecer indefinidamente em perfeitas condições de uso.

Uma vez instalado, estará exposto as condições de calor e umidade.

É por está razão que muitas pessoas que deixam seus carros, estacionados dentro de garagens e não saem com eles, algumas vezes por ano, ligam o motor e movimentam um pouco para frente e para trás.

Pelo mesmo motivo, ventilador de teto, ventilador de mesa, ar condicionado, purificador, exaustor, aspirador de pó, circulador e motores em geral, devem pelo menos de 6 em 6 meses, serem colocados para funcionar por 10 minutos.

No caso da banheira de hidro-massagem acima, foi a falta de uso.

Dica:
Para reparos e enrolamentos de bombas, trituradores e motores em geral, indico e recomendo:

Elétrica Botafogo.
Responsável Técnico; Antônio
Rua da Passagem, 98 - Botafogo - Rio de Janeiro - Brasil
Tels: 21 2244-7925 e 21 2295-6194

Bomba de água da caixa de água.
Primeiro passo é abrir o registro de água.

Segundo passo é ligar o disjuntor.

Como esta bomba não tem comando automático, não precisei nem subir no forro.

Verifiquei que não havia tensão elétrica chegando no disjuntor.

Como verificar se existe tensão elétrica chegando no disjuntor ?
Você poderá utilizar uma chave com teste indutiva, ou uma lâmpada de prova ou um voltímetro digital.

Eu particularmente, prefiro utilizar a chave com teste indutiva, por que é mais rápido.

Se ela apresentar o sinal de Fase, aí sim eu vou apanhar o meu voltímetro e procurar o Neutro e aferir a tensão que está chegando.

Fui até o Quadro de Luz e conferi se o disjuntor deste circuito estava armado e com tensão.

Conclusão:
Circuito elétrico normal no QDL e sem tensão (0 volts) na bomba = circuito aberto ou fio partido.

Nestes casos, antes de sair abrindo caixas de passagem, retirando luminárias e subindo em telhados, eu costumo utilizar o Metódo do Turista Japonês.

Como é este Método do Turista Japonês ?
Eu nunca ouvi falar deste método, dirá você.

Realmente, estas e muitas outras dicas são exclusivas e originais deste Blog.

Quando um turista Japonês vem visitar o Brasil, ele em qualquer lugar que o Guia Turístico pare para explanar, ele fica olhando para todos os lados, para cima e para baixo e para frente e para trás.

E chega a tirar centenas de fotos de vários ângulos.

Só não tirei as centenas de fotos, mas fui olhando atentamente as paredes e principalmente nas caixas do teto.

Ao olhar para a parte mais alta de uma parede, vi uma mancha esfumaçada preta, característica de curto-circuito ou fiação arrebentando e produzindo arco elétrico.

Lá estava a causa da interrupção do funcionamento da bomba.

O quê causou este estrago na fiação ?
Formação de Zinabre na emenda entre um fio rígido e um cabo flexível.







               Autor do texto e das fotos: Gilson Carlos Pessanha                 MyFreeCopyright.com Registered & Protected 
            
Visite e curta a minha página no facebook.com/GilsonEletricista

Nenhum comentário:

Postar um comentário