segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Meu Quadro de Luz é trifásico, meu Pc de Luz é trifásico e só tenho Monofásico ?

Olá amigos e leitores do Blog do Gilson Eletricista.

Minha cliente se mudou de Laranjeiras para Ipanema e como ela possui 1 ar condicionado e uma panela eletrica em 220 volts, lá fui eu fazer a mudança das tensões de 127 volts para 220 volts em 2 tomadas.

Conta de Luz identificando o cliente como sendo residencial trifásico.

Quadro de Luz moderno com disjuntores DIN e Disjuntor tripolar.

Identifiquei as fiações da cozinha e consegui localizar duas diferentes Fases passando por dentro da mesma tubulação.

Fase 1 com 127 volts e Fase 2 com 127 volts.

Ao aferir a tensão resultante encontrei 0 volts, o que significava que não havia DDP (diferença de Potencial) entre as duas Fases.

Para confirmar voltei ao Quadro de Luz e aferindo Fase em relação ao barramento de Neutro, indicava 127 volts, porém aferindo entre as Fases indicava 0 volts.

Isto significava que eram a mesma Fase.

Desci até o Pc de Luz localizado no Térreo e vi que o PC de Luz fora reformado e estava dentro dos atuais padrões da Concessionària Light.

Localizei o Medidor (relógio de luz) do apartamento 101 e confirmei que era um medidor polifásicos com 4 fios (3 Fases RST e 1 Neutro).

Verifiquei o disjuntor localizado na parte de cima e confirmei que era um disjuntor tripolar de 40A classe D.

O quê fazer ?
Terei de abria a tampa dos disjuntores e aferir as 3 Fases entrando e as mesmas 3 Fases saindo pelo disjuntor.

Normalmente a alimentação chega pelos bornes de cima e saem pels bornes de baixo, mas nesta reforma fizeram invertida.

Não foi nem preciso fazer aferições, porque na parte de cima os 3 cabos na cor azul (cor azul é exclusiva do Neutro e ali estava sendo utilizada com Fase), estavam conectados em paralelo no mesmo borne.

Confirmei o trifásico chegando e saindo e voltei ao aprtamento e desliguei todos os disjuntores.

Existe uma ordem para desligamentos de disjuntores em um Quadro de Luz ?
Sim.

Primeiro os disjuntores individuais, depois os bipolares, depois os tripolares e por último o disjuntor tripolar Geral.

Por quê esta ordem tem que ser seguida ?
Para diminuir a formação do arco elétrico no disjuntor Geral.

E para religar é a mesma ordem ?
Não.

Pelo mesmo motivo, primeiro o disjuntor Geral, depois os bipolares, depois os tripolares e por último os simples.

Feito isto o trifásico agora estava presente neste Quadro de Luz.

O ex-inquilino estava pagando uma conta muito alta, porque todas as cargas estvam em uma mesma Fase e as outras duas com carga zero.

Ou seja o Quadro de Luz estava desbalanceado.

Quem trabalhou de forma incorreta ?
O eletricista que fez a troca de fiações internas e o Quadro de Luz, porque ele deveria ter avisado por escrito, que assim que o Medidor Monofáfico fosse substituído pelo Medidor trifásico, ele deveria ser avisado para que voltasse e separasse os circuitos em paralelo.



PC de Luz - atual Padrão no Rio de Janeiro - Brasil

Medidor e disjuntor trifásicos



Disjuntor Steck 3x40A Classe C com os 3 cabos em paralelo no borne central


Os 3 cabos foram separados, mas mesmo assim, torno a dizer que cabos de cor azul são exclusivos para o Neutro. Estes cabos deveriam ser de cores diferentes: Vermelho, Branco e Preto e ligados na correta sequência de Fase: RST, tanto em baixo com no Quadro de Luz.

Na impossibilidade de utilizar 3 cores diferentes os cabos deverão ser anilhados com anilhas de identificação: RST ou F1, F2, F3 ou F, FF, FFF e na sequência correta de Fases RST.

Os Quadros de Luz são ligados de qualquer maneira e sem seguir os Padrões e Normas em vigor, mas se você é ou pretende ser um Eletricista Top, siga sempre as normas e seu trabalho mais cedo ou mais tarde será reconhecido e elogiado até mesmo por seus concorrentes...



Autor do texto e das fotos: Gilson Carlos Pessanha              MyFreeCopyright.com Registered & Protected



Visite e curta a minha página no facebook.com/GilsonEletricista

Nenhum comentário:

Postar um comentário