sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Termômetro Digital Infrared Fluke 59 MAX

Olá amigos e leitores do Blog do Gilson Eletricista.

Esta é uma poderosa ferramenta de trabalho, a qual poderá ser utilizada em diversas áreas, como alimentos, fábricas, refrigeração, etc...

Na eletricidade utilizo para aferir as temperaturas das superfícies de motores, lâmpadas, ar condicionados de janela e Splits, Quadro de Luz e cabos elétricos em geral.

Características principais:
Esta ferramenta pode determinar a temperatura da superfície, pois mede a quantidade de energia infravermelha radiada pela superfície de destino.

Faixa de temperatura: 
de -30ºC a 350ºC
de -22ºF a 662ºF

Potência:
Pilha AA alcalina

Vida útil da pilha:
12 horas com Laser e luz de fundo ligados

Peso:
220 gramas

Dimensões:
156 mm x 80 mm x 50 mm

Temperatura de operação:
0ºC a 50ºC
32ºF a 122ºF

Altitude de operação:
No máximo 2.000 metros acima do nível do mar

Altitude de armazenagem:
12.000 metros acima do nível do mar, sem pilha

Resistência a quedas:
1 metro

Para utilização em eletricidade:
Você poderá rapidamente aferir a temperatura em Quadros de disjuntores e localizar pontos com super aquecimentos.

Localizados estes pontos quentes, você deverá verificar se os bornes estão frouxos, com zinabre ou se aquele circuito elétrico está desbalanceado.

Um cabo elétrico comum tem a capa de isolamento com temperatura até 70ºC e cabos especiais com temperaturas até 90ºC.

Se você encostar o dedo, estas temperaturas poderão te induzir a conclusões equivocadas e concluir que o cabo está muito quente.

Com a utilização do termômetro infrared, você se dedicará a analisar somente os pontos quentes com temperaturas acima de 70ºC ou acima de 90ºC.

Temperaturas em superfícies de motores, como por exemplo, motores de ventiladores de teto, bombas de água, trituradores e compressores poderão ser comprovatórios de estar havendo super aquecimento por desgaste ou atrito em buchas, mancais e rolamentos.

Temperatura comparativa entre antigas lâmpadas incandecentes, fluorecentes tubulares, FLC ou dicróicas em relação com lâmpadas Led, poderá ser realizada e demonstrada na própria residência um cliente.






















Neste QDL. o disjuntor de 30A estava constantemente desarmando.

Aferida a corrente = 22.1A
Aferida a temperatura da capa do cabo = 25ºC
Aferida a temperatura no borne do disjuntor = 33,6ºC
Temperatura ambiente de 26ºC

Conclusão:

O parafuso do borne do disjuntor estava oxidado e causando uma má conexão entre o cabo e o borne.

Com o aumento da resistência entre o borne e o cabo, a temperatura neste ponto subiu para 33,6 e o mecanismo do disjuntor interpretou como sobre carga e desarmou.

Solução:

substituição do disjuntor.



Vou aproveitar e testar se a minha eletrizante adega está gelando bem...


Temperatura da garrafa : 9,5ºC                           Temperatura ambiente: 24ºC



Autor do texto e das fotos: Gilson Carlos Pessanha                MyFreeCopyright.com Registered & Protected        

            
Visite e curta a minha página no facebook.com/GilsonEletricista

Um comentário:

  1. Ola Gilson tudo bem, gostaria de saber como funciona o ajuste do Termômetro Digital Infrared Fluke 59 MAX, o EMS para leitura em fios elétricos pode ser 0,95 ou como determina a tabela para cobre 0,60 e para aluminio 0,30, ou pode deixar em 0,95 para tudo?
    Obrigado

    ResponderExcluir