sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Falsos cabos elétricos genéricos estão sendo comercializados

Olá amigos e leitores do Blog do Gilson Eletricista.

Há mais ou menos 5 anos atrás, fui comprar cabos flexíveis de 4 mm² a metro em uma conhecida loja de materiais elétricos no centro da cidade.

Achei o cabo muito grosso e perguntei se este cabo não era de 6 mm².

Vendedor falou que era de 4 mm².

Levei 30 metros deste tal cabo.

No dia seguinte ao começar a instalação, quando decapei um pedaço da capa, notei que a quantidade de cobre era bem pouca.

Comparando com um pedaço de cabo de 2,5 mm², a seção do cobre era menor.

Hoje (2014), parece que esta comercialização se alastrou nas pequenas e médias lojas de materiais elétricos.

Estes falsos cabos, também denominados de cabos Paraguaios, são vendidos a metro e vêm em bobinas com 300 metros.

A capa não possui nenhuma inscrição do fabricante e as especificações técnicas.








Dica:
Procure sempre comprar cabos e materiais elétricos em lojas de comprovada seriedade e renome no mercado.

Estas lojas são lojas tradicionais e jamais vão vender gato por lebre.

Já as pequenas e novas lojas no mercado...

Aliado ao fato da diminuição da quantidade de cobre, a qualidade da pureza deste cobre é preocupante.

Dica:
As mais conhecidas e tradicionais marcas de cabos e fios elétricos, asseguram a pureza do cobre utilizado em 100%.

Já as marcas desconhecidas e as genéricas misturam ao cobre outros metais menos nobres e mais baratos.

O preço do Cobre é cotado em Dólar e segue as variações da moeda Norte Americana.

Dica:
Eu recomendo a marca Prysmian e a Sil.

Utilizando a Sil, ao término das instalações, você poderá executar eletrizantes passos de danças, como no comercial de TV.










Autor do texto: Gilson Carlos Pessanha
Autores das fotos: Gilson Carlos Pessanha e Fernando Carlos de Souza

Visite e curta a minha página no facebook.com/GilsonEletricista

Nenhum comentário:

Postar um comentário