domingo, 28 de junho de 2015

Contas de Luz disparam e cresce a suspeita de fraude

Olá amigos e leitores do Blog do Gilson Eletricista.

Depois de sucessivos aumentos nas tarifas elétricas, clientes e amigos vem comentando e reclamando, que suas contas estão a cada mês, vindo com valores em Kw/hora sempre maiores.

Se na sua residência, os aparelhos eletro-eletrônicos são os mesmos e os seus hábitos de consumo não mudaram, por quê a conta mês a mês está mais cara ?

O jornal O DIA, publicou uma reportagem de Stephanie Tondo, no caderno ECONOMIA, que reflete esta crescente onda de reclamações da população do Rio de Janeiro.

Além dos preços das tarifas terem aumentado a inadimplência também disparou.


Comentário:
Na minha residência, com fiações elétricas novas, iluminação totalmente com lâmpadas Led e modernos e eficientes eletro-eletrônicos, a minha conta que ano passado (2014) vinha em torno de R$120,00 agora vem com R$350 (junho de 2015).

Já efetuei todos os testes e não há fuga, furto ou defeito nos aparelhos.

Contas de Luz disparam e cresce a suspeita de fraude.
O valor das contas de luz deu susto em muita gente nos últimos meses.

Os reajustes da energia elétrica aumentaram o custo médio dos serviços em até 42% no estado, e isso fez com que os índices de inadimplência com as empresas do setor de energia também subissem 11% nos primeiros quatro meses do ano.

Mas é preciso ficar atento para saber se o valor cobrado está de acordo com o que foi consumido ou se o cliente paga mais do que deve, seja por furto ou perda de energia.

O DIA recebeu denúncia de leitor que pagou, em Abril, R$341,21 de conta de luz.

Em Maio, o valor foi de R$105,71.

Mas este mês (Junho), foi cobrada a quantia de R$930,67 (780% maior).

A concessionária Light respondeu ao cliente que era preciso fazer o teste do medidor, para descartar a possibilidade de problema interno.

E recomendou procurar um eletricista, caso fosse encontrado algum problema.

Procurada pela reportagem, a Light informou que é preciso verificar se há alguma fuga de energia ou se houve mudança nos hábitos de consumo do cliente.

A simulação do consumo pode ser verificada em nosso site, com o simulador:
www.light.com.br/para-residencias/Simuladores/consumo.aspx, informou a concessionária Lighr em nota.

Caso haja suspeita de furto de energia, a orientação da empresa é para que o cliente procure a polícia.

Dica:
Antes de procurar a polícia, procure aqui neste Blog, na lateral direita, vários eletricistas qualificados que poderão realizar todos os testes necessários para confirmar se há de fato consumo, fuga ou furto em sua rede elétrica interna e externa.

Teste do Medidor:
Apague todas as lâmpadas.

Retire todos os equipamentos da tomada.

Aguarde de 15 a 20 minutos.

Se após este tempo o medidor continuar girando, a recomendação da Light é procurar um eletricista particular para verificar toda a instalação interna do local.

Caso não sejam identificados problemas, o cliente pode ligar para o telefone 116 informando o resultado do teste e com a leitura atual, para que a concessionária possa verificar o erro.

Fonte:
Jornal O DIA (edição de 23/6/2015)

Dica:
Para quem mora em apartamento, desligue o disjuntor geral no Quadro de Luz dentro do apartamento.

Se não existir um disjuntor geral, desligue todos os disjuntores.

Vá até o Pc de Luz, localize o medidor correspondente ao número do apartamento e observe se o disco está parado.

Se o medidor for mais moderno Digital, observe se os números estão completamente parados.

Se estive parado, as fiações que saem do disjuntor localizado ao lado do medidor e vão até o seu Quadro de Luz, estão normais.

Se não estiver parado, está havendo fuga ou furto.

Comentário Pessoal;
Cliente alugou uma sala comercial em um prédio comercial.

Utilizava muitas lâmpadas fluorescentes de 110W e dois aparelhos de ar condicionado de 30.000 btus.

Contas de luz anteriores = R$0,00

Primeira conta, um mês depois = R$0,00

Esta sala ficava localizada no 11º andar e o Pc de Luz no subsolo.

Foi até o medidor da sala e o disco estava parado e lá na sala tudo ligado e funcionando.

Desligou o disjuntor ao lado do medidor e tudo continuava funcionando na sala.

Inquilino anterior fez um Gato.

E não estava roubando da concessionária.

Descobri que as fiações desta sala estavam interligadas com as fiações de um grande restaurante localizado no térreo.

A conta de luz deste restaurante com valores altos, não causou desconfiança dos donos.

Se a interligação fosse feita nas fiações de alguma outra pequena sala o consumo dobraria e alertaria o dono ou inquilino...

Dúvidas:
A Light informou que o cliente que tiver dúvidas pode entrar em contato pelo telefone 0800-2820120.

Já a Ampla disponibiliza o número 0800-2800120.

Também há canais de atendimento nos sites das operadoras.



Autor das dicas e dos comentários: Gilson Carlos Pessanha           


            Visite e curta a minha página no facebook.com/GilsonEletricista

Nenhum comentário:

Postar um comentário