domingo, 14 de fevereiro de 2016

Vale a pena investir na troca de lâmpadas dicróicas halogenas por dicróicas Led ?

Olá nobres amigos e iluminados leitores do Blog do Gilson Eletricista.

Nos anos de 1980, a tendência no segmento de iluminação de interiores era a lâmpada dicroica halogena, instaladas em vários pontos de um teto de gesso rebaixado.

Isto era comum entre os arquitetos e decoradores, incluírem-nas em seus projetos de luminotécnica.

Energia elétrica barata, sem desemprego e sem crise financeira.

Atualmente, estes pontos continuam sendo instalados, porém não mais com lâmpadas halogenas e sim com as modernas e eficientes lâmpadas Led.

Só para fazer uma comparação da eficiência energética de uma lâmpada Led, vejamos:
- 1 dicroica halogena de 50w = 50w de luz e de calor.
- 1 dicroica Led de 6w = 50w de luz e 20w de calor.

- Alta durabilidade da Led = em torno de 30.000 horas de uso.

- alimentação de 90 à 240 volts.

- Luz amarelada ou branca.

- Não utiliza transformador ou reator.

Veja nas fotos abaixo, a mudança para dicroicas Led.



O pesado e quente transformador magnético foi eliminado.
Este dispositivo causa zumbido no teto de gesso e gera 50w de calor.


Os tamanhos e diâmetros são iguais e pude aproveitar a base no teto.

          O antigo soquete também foi substituído pelo atual soquete GU-10

Comentários Pessoal:
Todo o investimento na compra das lâmpadas Led e na mão de obra do eletricista, em poucos meses retornará, devido a redução na conta de luz.

E como a geração de calor diminuirá, haverá por tabela uma redução no funcionamento do ar condicionado.

Para outros tamanhos de spots, será necessário a determinação do ponto a ser cortado o gesso ou aumentar o diâmetro do corte do antigo buraco da dicroica.

Veja no vídeo abaixo, o passo a passo.

Dica:
Para curtir este vídeo-aula do Professor Zergui, vá até a lateral direita da página do Blog e pause o Tocador da Rádio Anjo de Luz.






Autor do texto e das fotos: Gilson Carlos Pessanha           MyFreeCopyright.com Registered & Protected


Siga me no Google+ Gilson Carlos Pessanha

Nenhum comentário:

Postar um comentário