sábado, 16 de abril de 2016

Contos do Gilson Eletricista: A queda da escada

Olá nobres amigos e iluminados leitores do Blog do Gilson Eletricista.

Este é mais um dos terríveis contos do Gilson Eletricista.

Saiba que existem mais de 73 outros iguais ou piores do que este.

Ninguém merece tamanho castigo !

A queda da escada.
A minha missão era passar os cabos trifásicos vindos pela tubulação externa para dentro do teto de gesso rebaixado na cozinha e levá-los por cima do gesso até a parede no corredor, onde fica localizado o Quadro de Disjuntores ou QDL.

Utilizando um martele perfurador da Skil, fiz um furo passante para um conduíte de 1/2¨.

Removi a antiga luminária com lâmpadas fluorescentes do teto de gesso na cozinha e armei a escada de 5 degraus de alumínio.

Sempre é bom revisar as condições de uma escada, antes de subir.

Bem apoiada.

Bem aberta.

Bem travada.

Subi os primeiros degraus e não senti nenhum problema ou perigo.

Apoiado no 5º degrau, estava distraído e nem cheguei a sentir o deslocamento da escada.

As duas pernas da frente, fizeram um giro e a escada escorregou no piso.

Eu, desci igual a uma Jaca madura.

Cai de lado.

Se tivesse caído direto no piso seria menos dolorido.

Mas, caí com as costelas esquerdas, bem na quina do granito da bancada da cozinha.

É tudo muito rápido !

Pensei: Quebrei várias costelas.

Como não estava sentindo nada, comentei com o Juscelino Balancete, que havia caído e levantei a camisa para mostrar as costas.

Ele, foi logo me tranquilizando e disse:

PQP, tem um enorme hematoma vermelho com uma mancha escura no meio.

O cliente chegou e perguntou o que havia acontecido.

Mostrei as costelas e ele disse:


Misericórdia !
Pode ir direto para o Hospital e volte quando melhorar...




Como a dor estava leve, resolvi continuar os trabalhos.

Lá pelo final do dia, as dores e os 50 Tons de Roxo, aumentaram.

Recebi vários conselhos e diferentes receitas de pessoas conhecidas e desconhecidas.

A lista de medicamentos era Quilométrica.

Ao chegar em casa, tomei um banho e me preparei para ir para a Churrascaria Gaúcha, assistir uma apresentação de uma Banda Cover dos Beatles.

Após um banho quente, a pessoa fica bem mais animada e a fisionomia é outra.

            Eu hoje não estou muito animado para ir à Churrascaria Gaúcha...

                  Esposa: Não vem com desculpas esfarrapadas.
                  Bora !!!

E no dia seguinte...

Dores diminuíram.

Hematomas aumentaram...

Resolvi me consultar em uma Farmácia mais próxima.

Aqui no bairro do Flamengo, entre os prestadores de serviços, as farmácias são os bares e supermercados.

Todos estão sempre indo na farmácia mais próxima.

E, lá chegando, me consultei.

Para estes sintomas, foi me receitado um Vinho Ficada Português e um petisco de torradas com alho.



Muito importante nesta receita era a temperatura do vinho em 18º C e as torradas serem aquecidas no forno com um pouco de azeite, queijo Gorgonzola e um fio de azeite Gallo Reserva.


                 A recuperação foi fantástica e sem nenhum efeito colateral

         Autor do texto e das fotos: Gilson Carlos Pessanha      MyFreeCopyright.com Registered & Protected   
Comentário Pessoal:
Se tivesse ido ao Hospital, sairia diagnosticado com inúmeras doenças.

Sairia com uma longa lista de medicamentos, os quais por sua vez, causariam outros efeitos colaterais, que exigiriam outros remédios, que por sua vez...

Os médicos adoram solicitar exames, para mostrar serviço.

Os laboratórios adoram dar amostras grátis para os médicos.

Tenho inúmeros clientes que vão se consultar 3 ou 4 vezes por semana, ano após ano.

E saem contentes, quando é diagnosticado uma nova doença, além das outras em tratamento contínuo.

Misericórdia !



Siga me no google+ Gilson Carlos Pessanha

Nenhum comentário:

Postar um comentário