sexta-feira, 29 de abril de 2016

Os 7 sinistros erros da Ciclovia Tim Maia

Olá nobres amigos e iluminadois leitores do Blog do Gilson Eletricista.

Engenheiro da Coppe, especialista em gerenciamento de riscos, aponta problemas básicos que não poderiam ter passado em branco no projeto e na construção da Ciclovia Tim Maia:


1º erro  (Só respingo).
O projeto não teve relatório de riscos, o que identificaria perigos, como de ressaca, e traria soluções.

2º erro (Sem reforço).
Em curvas acentuadas, onde os ônibus passam perto, a proteção na Avenida Niemayer deveria ser reforçada para evitar que um veículo tombe sobre a ciclovia.

3º erro (Pista solta).
A ciclovia não foi chumbada aos pilares em alguns trechos. Ficou apenas apoiada sobre as colunas.

4º erros (Chama raios).
O metal do guarda-corpos é condutor de energia e se transforma num grande para-raios em caso de tempestades.

5º erro (Ferrugem).
Exposto à maresia, o metal do guarda-corpos está fadado à corrosão, gerando mais um risco de acidentes a usuários.

6º erro (Aberto 24 horas).
Não havia plano operacional que impedisse o acesso à ciclovia em caso de ressaca e tempestades.

7º erro (Quedas).
As telas de metal corroídas não têm força para suportar o impacto de bicicletas e o ciclista pode ser lançado ao mar.

Fonte:
Jornal Extra 29/04/2016.

Misericórdia !!!


Tenha um dia iluminado !


                        Siga me no Google+ Gilson Carlos Pessanha

2 comentários:

  1. Agora eu te pergunto:
    Você um ciclista de nível internacional vem ao Rio de Janeiro para morrer...

    ResponderExcluir
  2. Agora eu te pergunto:
    Você um ciclista de nível internacional vem ao Rio de Janeiro para morrer...

    ResponderExcluir