segunda-feira, 29 de agosto de 2016

O lado negro das lâmpadas Fluorescentes Compactas.

Olá nobres amigos e iluminados leitores do Blog do Gilson Eletricista.

As Lâmpadas Fluorescentes Compactas vieram para substituir as Lâmpadas incandescentes, porém são muito perigosas tanto no funcionamento quanto quando são quebradas.

Ao serem quebradas acidentalmente, uma nuvem invisível do metal pesado Mercúrio se aloja em seu organismo.

Ao serem quebradas nos aterros sanitários, o Mercúrio se entranha no solo e em contato com chuvas é levado para os rios e mares.

Esta água contaminada vai para as Estações de tratamento e volta para sua residência.

Ao serem utilizadas próximo ao rosto desenvolvem câncer de pele nesta área.

Comentário Pessoal:
Minha cliente ao sair na rua, colocava uma grossa camada de protetor solar importado para a proteção dos raios ultra violetas, vindos do sol, parecendo uma palhaça.



Em casa, não utilizava esta proteção, porém seu rosto apresentava uma coloração avermelhada como a cara do Capeta.



Ao fazer um atendimento, observei que todas as lâmpadas em sua residência eram do tipo FLC.

Alertei para o perigo das emissões de radiação ultra violeta geradas pela corrente elétrica ao circular pelo Mercúrio destas lâmpadas.

Ela não acreditou muito neste meu alerta e ao se consultar com sua dermatologista, ela confirmou minhas informações e mandou que todas estas perigosas lâmpadas fossem substituídas por lâmpadas Led.

A pele não mais ficou avermelhada e o Anjos adentraram em seu lar.

Glson Eletricista
Flamengo - Rio de Janeiro - Brasil
WhatsApp: (21) 99925-7935
WhatsApp: (21) 99312-3847





Autor do texto: Gilson Carlos Pessanha

MyFreeCopyright.com Registered & Protected

Siga me no Google+ Gilson Carlos Pessanha