domingo, 28 de agosto de 2016

Proteção para fiações externas expostas ao tempo.

Olá nobres amigos e iluminados leitores do Blog do Gilson Eletricista.

Dias atrás fui fazer um atendimento em um apartamento localizado em um condomínio residencial antigo de classe média alta.

As instalações elétricas são de 1950.

Naquela época, as ruas do Rio de Janeiro, eram cortadas por trilhos que conduziam os bondes elétricos.

Nestas mesmas residências o consumo elétrico era bem pouco, tanto que na maioria delas só existe uma tomada por cômodo.

Na cozinha, só uma pequena geladeira com um pinguim em cima e um liquidificador ou batedeira.

Aquecimentos de água e cozimentos em fogões era com gás canalizado.

Com a modernidade, as cargas elétricas aumentaram muito e estas fiações já estão defasadas e ressecadas pelo uso e pelo aumento destas cargas.

Como os eletrodutos de ferro são de 1/2¨ ou no máximo 3/4¨fica inviável a troca de fiações antigas de 4mm² por cabos de 10mm² ou 16mm².

A solução é instalar uma tubulação externa em PVC de 1¨ou 2¨ fixadas com abraçadeiras de aço e parafusos de aço inoxidável.

Esta tubulação conduzirá e protegerá os cabos elétricos do sol, chuvas e ventos.

Mas, ao olhar para o andar de baixo, vi que alguém, conhecido nacional e internacionalmente como ¨Zé Faz tudo e não faz nada direito¨, instalou canaletas adesivadas para a proteção (?) de cabos elétricos na cor azul com 220 volts para alimentar um Split, em uma parede exposta ao tempo.

Não sei dizer em que data isto foi feito, mas acredito que não suportou a primeira chuva...

E o interessante é que ninguém corrigiu.

Será que só eu que vi ?





Para instalações elétricas externas deverão ser utilizados eletrodutos rígidos na cor cinza (atual padrão).




Para instalações elétricas externas, porém não expostas ao tempo, poderão ser utilizadas as canaletas de PVC ou eletrodutos de alumínio ou conduletes cinzas.



Autor do texto: Gilson Carlos Pessanha

MyFreeCopyright.com Registered & Protected

Siga me no Google+ Gilson Carlos Pessanha