quarta-feira, 5 de julho de 2017

O chuveiro elétrico e 2 cômodos pararam de funcionar.

Olá nobres amigos e iluminados leitores do Blog do Gilson Eletricista.

A cliente ficou sem luz em 2 cômodos e para piorar ainda mais, disse que a resistência elétrica do chuveiro elétrico havia queimado.

Antes de sair abrindo o chuveiro e pontos de distribuição no teto dos cômodos, o eletricista deverá sempre abrir e vistoriar o Quadro de Disjuntores (ou QDL ou Quadro de Luz).

Lá é o coração da eletricidade de uma instalação elétrica.

Lá ele irá decidir se vai pra trás (PC de Luz) ou pra frente (circuitos elétricos em questão).

Um Quadro de Luz, recebe as Fases e o Neutro vindo do PC de Luz e faz a distribuição para os circuitos e disjuntores da residência.

A cliente alertou que o porteiro disse que os disjuntores estavam todos armados.

Eu agradeço, mas neste instante ali, eu sou o eletricista contratado e retirei a tampa do QDL.

Neste antigo QDL, a distribuição das 3 Fases passava por 3 barramentos de Cobre e depois eram distribuídas para os disjuntores.

Uma das Fases estava faltando.

E justamente esta Fase é que alimentava o circuito do chuveiro e dos quartos.

Então neste momento a minha direção à ser seguida ficou definida: ir para o PC de Luz, localizado ao lado da portaria social.

Lá no PC de Luz, custei a localizar o Medidor de Luz do apartamento 703.



Testando com uma chave de teste indutiva e em seguida com o voltímetro, comprovei que um dos 3 fusíveis estava aberto.

Só olhando não dá para saber, pois o papelão não estava escurecido e nem queimado.

Optei por substituir a antiga chave faca manual por um moderno disjuntor Siemens Din tripolar de 63A.

Para fazer esta troca, por segurança, todos os disjuntores lá no QDL do apartamento devem ser desligados.

Os contatos elétricos da chave eram alimentados por cima e após passar pelos fusíveis, os contatos inferiores levavam as fiações para o QDL.

As fiações superiores devem ser cuidadosamente retiradas uma a uma.

Você tira uma, isola a ponta com fita isolante e passa para a seguinte.

Ao terminar esta etapa, você irá retirar os cabos inferiores, que estão sem Tensão.

Agora para remover a chave faca, os 4 parafusos que fixam a base de mármores, deverão ser desparafusados um a um.



Quando for soltar o último, segure a chave, para impedir a queda no piso ou sobre outras chaves.

Dica:
Como os parafusos são antigos, poderão estar preso na madeira pela ferrugem ou a fenda poderá estar estragada, você poderá não conseguir desparafusá-los.

Neste caso, recomendo o método português:

Pegue um martelo ou marreta e delicadamente aplique umas boas marteladas no mármore.

Ele será quebrado em pedaços e os parafusos serão retirados com um alicate de pressão.

Retirada a chave, inteira ou em partes, o local está livre para ser fixado o trilho Din.

Para isto, após nivelar o trilho, utilize 4 pequenos parafusos auto-atarrachantes na madeira.

Encaixe o disjuntor na posição desligado e coloque os cabos superiores com as 3 Fases.

Normalmente como o tamanho físico da chave é maior do que o disjuntor, os cabos inferiores não conseguirão alcançar os bornes.

Em alguns casos, você consegue puxar os cabos para fora do eletroduto, com auxílio de um alicate universal.

Como não havia folga, resolvi prolongar os 3 cabos rígidos com conectores e 20 cm de cabo flexível 10mm².

Para proteção contra umidade, apliquei sobre os conectores fita de auto-fusão e por cima fita Scoth profissional 3M.

Dica:
Para os conectores de parafusos, utilize sempre uma seção acima dos cabos a serem emendados.

Neste caso utilizei o de 16 mm².

Solte os parafusos o máximo possível, sem deixar cair.

Decape os condutores no comprimento total do conector.

Introduza primeiro o cabo flexível.

Em seguida, pelo outro lado, introduza o cabo rígido e aperte ambos em direção ao centro do conector.

Em seguida aperte os 2 parafusos.

Os Cobres estarão em contato prensado um contra o outro e ambos serão apertados por ambos os parafusos.

Terminada troca, religue o disjuntor tripolar.

Dica:
Nunca religue ou arme ou disjuntor bipolar ou tripolar com o rosto de frente ou próximo, se você não estiver com uma viseira de proteção.

O disjuntor novo ou antigo poderá entrar internamente em curto e uma pequena bola de chamas ou estilhaços fundidos de Cobre serão lançados em seu rosto.

Com o corpo ao lado, acione a alavanca.

Voltei ao apartamento 703 e conferi a presença das 3 Fases e religuei os disjuntores unipolares um de cada vez.

Neste procedimento não há necessidade de ficar de lado.

A luz voltou aos cômodos e o chuveiro voltou a funcionar.

Dica:
Nunca permita que o cliente fica ao lado do QDL sem tampa.

Velho e criança são imprevisíveis.

Eles gostam de mostrar algo colocando a mão.

Um eletricista qualificado aprende com os erros passados, mas ele deve sempre analisar para decidir se vai pesquisar um defeito, da frente pra trás ou de trás pra a frente...



Gilson Eletricista
Flamengo - Rio de Janeiro - Brasil
WhatsApp: (21) 99925-7935  TIM
WhatsApp: (21) 99312-3847  TIM

                  Autor do texto, fotos e vídeo: Gilson Carlos Pessanha

                                            MyFreeCopyright.com Registered & Protected
                        Siga me no Google+ Gilson Carlos Pessanha

         Inscreva se no meu canal de vídeos no Youtube Gilson Eletricista