terça-feira, 25 de novembro de 2014

Contos do Gilson Eletricista: A Portuguesa e a Missão Rosetta

Olá amigos e leitores do blog do Gilson Eletricista.

Este é mais um dos contos da série ¨Contos do Gilson Eletricista¨.

Não existe nada pior do que um texto destes.

Saiba que existem + de 40 contos piores do que este.

Ninguém merece tamanha tortura...

A Portuguesa e a Missão Rosetta.
Fui contratado para substituir algumas tomadas da área de serviço de um apartamento, que estavam com mau contato.

Nestas 3 tomadas era ligado um ferro de passar roupas de 1200 W.

Como a moradora estava trabalhando, fui recebido pela empregada Maria, descendente de Portugueses.

Maria gostava de conversar e puxava conversa sobre vários assuntos.

Aproveitei e perguntei o que ela estava achando da Missão Rosetta.

- Olha rapaz, eu conheço o Missão do Padre João,lá da Igrejinha e é muito longo e demorado.

- E a Rosetta ?

- Olhe seu gajo, eu não sei nem por onda anda a roseta da minha filha e vou lá saber onde diabos andará a roseta das filhas dos outros ...

A Missão Rosetta.
A Rosseta é uma sonda espacial construída e lançada pela Agência Espacial Européia (ESA) com a Missão (objetivo) de encontrar-se no espaço e fazer um estudo detalhado do cometa 67P, que viaja entre as órbitas de Terra e de Júpiter.

Lançada em 2 de Março de 2004 da Base de Kourou, na Guiana Francesa, no topo de um foguete Ariane 5G+, a sonda atingiu seu alvo na metade de 2014.

A nave compreende duas partes:

A Sonda espacial Rosetta, que carrega 11 instrumentos.

O Pousador-robótico Philae, que transporta mais 10 instrumentos.

A Rosetta orbitará o cometa 67P por 17 meses e foi construída para fazer o mais detalhado estudo de um cometa, jamais tentado.

Rosetta.
A Sonda Rosetta recebeu este nome em homenagem à Pedra de Rosetta, que após sua descoberta em 1799, auxiliou no entendimento dos hieróglifos egípcios.



Philae.
O módulo-pousador Philae, foi batizado com o nome da Ilha de Philae, no Rio Nilo, onde foi descoberto um obelisco que também contribuiu para decifrar os hieróglifos da ilha.





Autor do texto do conto: Gilson Carlos Pessanha        MyFreeCopyright.com Registered & Protected

Visite e curta a minha página no facebook.com/GilsonEletricista

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Trocando o ar de Janela e o ventilador de teto

Olá amigos e leitores do Blog do Gilson Eletricista.

Alguns clientes, ao me mostrarem os serviços que estão querendo fazer, sempre dizem: é só tirar um e colocar o outro.

Isto no entendimento deles, significa 2 coisas:

- Serviço rápido;
- Serviço barato.

Mas, nem sempre é rápido e consequentemente, não será barato, como eles haviam imaginado.

Arquitetos costumam rabiscar em um pedaço de papel as instalações e dizem que o serviço é rápido.

Eu costumo dizer, que o que ele levou 5 minutos explicando é serviço para 5 dias, fora os imprevistos...

Ar condicionado de Janela (é só tirar um e por o outro).
O ar de Janela Consul de 7.500 Btus estava gelando muito pouco e fazendo barulho.

Cliente comprou um novo ar Consul de 10.000 Btus x 127 volts.

Ao examinar, verifiquei que o corte na madeira, deveria ser aumentado e o suporte de alumínio também deveria ser trocado, porque a caixa do novo ar era 10 cm maior.


Outra verificação foi que o ar instalado era alimentado com 220 volts e o novo 127 volts, logo a tensão elétrica deveria ser mudada no Quadro de Luz.

Comentário Pessoal:
A cliente deu sorte em ter contratado um eletricista qualificado, porque se tivesse pedido para alguma outra pessoa, o novo aparelho seria danificado (queimado o compressor).

Ventilador de teto (é só tirar um e por o outro).
Quando se vai efetuar a troca de um ventilador de teto antigo e com defeito, o primeiro passo é desmontar e retirar do teto.

O segundo passo é verificar o estado das fiações do motor.

Fazer a identificação dos 4 fios (1 Neutro, 2 ventilador, 1 Luz) necessários para o funcionamento do ventilador + luz.

Feito isto, passamos para a conferência das peças do novo ventilador e iniciamos a montagem, instalação no teto e instalação do controle de parede.

Somando todos os tempos = 2 horas em média, se não houver imprevistos.

A cliente comprou um ventilador de teto da marca Latina modelo Lumen, com controle de parede.

Este aparelho é meu antigo conhecido, pois ano passado (2013) instalei mais de 250 deles.

Este ano (2014) em torno de 130.

Vejam a qualidade até mesmo na embalagem lacrada e com todas as peças separadas e conferidas.

Nunca encontrei algum com defeito, arranhado, quebrado ou faltando uma simples porca ou parafuso.








        Autor do texto e das fotos: Gilson Carlos Pessanha  MyFreeCopyright.com Registered & Protected       
          

Visite e curta a minha página no facebook.com/GilsonEletricista

Vídeos Eletrizantes: Como usar eletrodutos e conexões de pressão CEMAR

Olá amigos e leitores do Blog do Gilson do Eletricista.

Este é mais um vídeo da série ¨Vídeos Eletrizantes¨.

Esta linha de tubos e conexões CEMAR do Grupo Pial Legrand, agiliza e diminui o tempo de instalação de eletrodutos.

Você não precisa abri roscas e as conexões são por encaixe.

A abraçadeira é também em PVC e fixada com apenas um parafuso e bucha.

Ela se ajustará ao diâmetro do tubo sem a necessidade de ser aparafusada.



Fonte:
Mundo da Elétrica




Visite e curta a minha página no facebook.com/GilsonEletricista

domingo, 23 de novembro de 2014

Modernizando um Salão de Beleza.

Olá amigos e leitores do Blog do Gilson Eletricista.

Os custos de um Salão de Beleza estão baseados, principalmente em luz, salários e encargos como aluguel e impostos.

Vários salões dizem que estão operando para pagar luz e salários e a margem de lucro é cada vez menor.

Este Salão de Beleza feminino, localizado no bairro do Flamengo, me contratou para diminuir custos, uma vez que não poderia aumentar os preços de seus serviços devido a grande quantidade de concorrentes nas proximidades.

O quê fazer ?
Diminuir os custos com a iluminação e a refrigeração.

Veja nas fotos que este é um salão pequeno e que está com um grande desperdício na parte de iluminação e com uma carência na parte de refrigeração.

Iluminação:
4 enormes lâmpadas fluorescentes HO de 110w cada = 440w
2 luminárias fluorescentes com 2x20w cada = 160w
1 luminária fluorescente com 2x40w = 80w
Total = 600w de luz + calor irradiado pelas lâmpadas e reatores

Refrigeração:
1 ar condicionado de Janela de 10.000 btus, instalado em um canto.

Melhorias na iluminação:
Retirar todas as antigas e quentes lâmpadas fluorescentes, que com o passar do tempo vão ficando fracas e instalar spots com 3 Leds de 8w cada na cor branca.

Só com a inicial substituição das 3 luminárias do teto, o consumo baixou para 72w contra os antigos 240w.

Para a semana, eliminarei uma das HO de 110 w e substituirei 3 HO = 330w por 3 spots com Leds de 8w cada = 72w

Com menor consumo e redução nos custos de trocas de lâmpadas e reatores, a economia já será notada nas próximas contas.

Melhorias na refrigeração:
Retirada do ar de Janela de 10.000 btus e instalação de um ar Split de 18.000 btus Springer Inverter.

Instalação da Evaporadora na direção do centro do Salão, para uma melhor distribuição do ar frio.

Como a alimentação do Salão é antiga e em 127 volts, instalei um auto-transformador de 4.000 Va UPSAI, fixado em um suporte de ferro mão-francesa, pois ele pesa 16 Kg.

Neste tipo de instalação com auto-transformador, o consumo do Split de 8A puxará dos 127 volts uma corrente de 16A.

O ar de 10.000 btus consume em torno de 10A e isto não irá causar um aumento nos custos ?

Não!
Na tecnologia Inverter, o compressor só dará a partida inicial ao ser ligado na primeira vez.

A partir deste ligamento, um circuito eletrônico, diminuirá ou aumentará a velocidade de funcionamento do compressor conforme a avariação de temperatura no ambiente.

O quê causa grande consumo nos ar condicionados e geladeiras antigas é este liga e desliga do compressor.

É a chamada partida In Rush, que deverá mover o eixo completamente parado, para o inicio do movimento.

Por estar instalado junto ao teto a troca de calor é muito mais eficiente e o funcionamento é silencioso.

Neste salão a economia conseguida será Fantástica...

E os meus ganhos também...






      O visual do teto ficou mais clean, pois o tamanho das luminárias diminuiu







Os preços estão muito bons.

Acho que vou aproveitar e fazer uma escova progressiva em meus eletrizantes  e ralos cabelos ...


Autor do texto e das fotos: Gilson Carlos Pessanha          MyFreeCopyright.com Registered & Protected

Visite e curta a minha página no facebook.com/GilsonEletricista

O simples bem feito agrada

Olá amigos e leitores do Blog do Gilson Eletricista.

Uma refeição composta com apenas dois ovos fritos e arroz branco, quando bem feita é melhor e mais saudável do que um elaborado e sofisticado prato.

Uma colherzinha de manteiga + um fio de azeite + 1 pitada de sal + 1 pitada de pimenta do reino ralada + 1 arroz soltinho com um toque de alho...

Deu até água na boca.


Uma simples instalação elétrica resolveu 2 problemas:
Um prédio residencial multifamiliar, situado no bairro do Flamengo - Rio de Janeiro - Brasil, estava tendo problemas com os moradores e os pivetes de rua.

Eles ficavam dormindo no canto da parede, fazendo suas necessidades fisiológicas e fazendo bagunça durante a noite.

Uma janela do apartamento ´terreo possuia uma grade de ferro, porém a do lado estava desprotegida.

A Polícia era chamada e diziam que eles não estavam cometendo crime e que isto era um problema social que o Presidente Lula é que teria de resolver.

O quê fazer ?
Fiz algumas sugestões que foram aceitas pela síndica.

1ª sugestão:
Instalar uma grade reta.

2ª sugestão:
Colocar alguns vasos com plantas e um cacto para preencher o espaço vago.

3ª sugestão:
Ao final de cada dia fazer uma leve regada com água para beneficiar as plantas e deixar o chão molhado.

4ª sugestão:
Aproveitar um ponto com caixa de passagem e com fiações elétricas e instalar um refletor acionado por uma foto-célula, a qual acenderia ao anoitecer e desligaria ao clarear do dia.

Isto daria uma maior segurança aos moradores e aos pedestres que circulam a noite.

Dica:
Uma foto-célula comum, instalada em uma rua com grande movimentação de motos e carros, ficará apagando e acendendo a lâmpada toda vez que um facho de luz de um farol aparecer.

Para evitar este inconveniente, instalei uma foto-célula com retardo.

Como funciona uma foto-célula com retardo ?
Uma foto-célula com retardo, demora 5 minutos para comandar a lâmpada, ou seja, um anoitecer ou um amanhecer também demora.

Um farol de carro ou moto é um evento passageiro e que não levará mais de 5 minutos.

Comentário Pessoal:
Acho que vou me candidatar a um cargo de Conselheiro neste condomínio, nas próximas eleições...




Uma instalação elétrica simples e que já está funcionando bem à + de 8 anos...

A única mudança que eu faria seria a substituição deste antigo e grande refletor por um moderno e compacto refletor Led de 20W.



Autor do texto e das fotos: Gilson Carlos Pessanha       MyFreeCopyright.com Registered & Protected   

Visite e curta a minha página no facebook.com/GilsonEletricista

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Elétrica para uma banheira de hidromassagem

Olá amigos e leitores do blog do Gilson Eletricista.

Cliente resolveu reformar um dos banheiros e instalar, alem do box, uma banheira de hidromassagem.

Como funciona uma banheira de hidromassagem ?
Uma banheira de hidromassagem é feita em fibra de vidro e poderá ter vários formatos: oval, redonda, quadrada, retangular, etc...

As mais compradas são no formato redondo.

Você enche a banheira com água fria ou quente e ao acionar um botão, a bomba de água que fica localizada abaixo da banheira, lançará jatos de água pressurizada, ao redor do corpo submerso.

O turbilhão de água irá massageando várias partes do seu eletrizante e sexy corpo.

10 ou 15 minutos deste tipo de massagem + uma música ambiente + uma taça de vinho, te deixará novinha  e renovada.

O circuito elétrico e os dispositivos de segurança ?
O circuito elétrico deverá vir diretamente do Quadro de Luz.

Neste circuito, as fiações elétricas foram de 2,5 mm² + Terra de 2,5 mm².

Para a proteção das fiações foi exigida um disjuntor bipolar de 20A - Classe C - Din.

Para a proteção das pessoas que forem utilizar a banheira, foi exigido um DR monopolar de 20 a 25A.

Como a alimentação do circuito da banheira é comandada por um interruptor, foi exigido um interruptor duplo de 15A.

Para quê tantas exigências de segurança ?
É a atual Norma que exige para áreas úmidas, circuitos exclusivos com DR.

E se a minha sogra entrar no banheiro e jogar um rádio ligado dentro da água da banheira ?
Esta era uma cena dos filmes de mistério de antigamente.

Atualmente, no momento que o rádio atingir a água da banheira o DR, desarmará o circuito elétrico e nada acontecerá.

Missão dada é missão cumprida.
O Quadro de Luz ficava situado na área de serviço.

O apartamento tinha rebaixamento de teto de gesso em todos os cômodos.

Para passar as fiações elétricas até o banheiro de trás, todos os tetos teriam de ser cortados.

Isto causaria uma imensa obra.

Recomposição do teto e pintura de todos os tetos.

A arquiteta responsável pela reforma do banheiro, sugeriu (mandou) que as paredes da área de serviço fossem cortadas com Maquita, junto ao teto e portal.

E pelo lado de fora do apartamento, externamente fosse instalado um cabo PP 3 x 2,5 mm² até o rebaixamento de teto na parede do banheiro.

Como o cabo PP é um cabo robusto e que pode ser exposto ao tempo, assim foi feito.

Os cortes foram fechados com gesso e os azulejos quebrados seriam substituídos e em seguida todos seriam pintados com tinta epóxi.


Este é o Quadro de Luz localizado na área de serviço.



E esta é o martelete que aprofundará os cortes feitos pela Makita. 



Os dois pequenos Quadros com Disjuntor e Dr serão instalados acima e a esquerda, pois ao redor haviam conduítes e eletrodutos, em todas as direções.


Os cortes seguirão rente ao teto após contornarem o portal de granito.

O banheiro está logo após esta janela de outro banheiro.



O aprofundamento na parede da área, acabou por estourar a parede da cozinha.



O caminho está preparado para receber e alojar o cabo PP.




O cabo PP entrou por fora da parede, dentro deste rebaixo de gesso, onde , também instalei 4 pontos com Dicróicas Led de 6W (= Dicróica Halogena de 60w) na cor branca 6.500 ºK.


                      Nesta parede será feita uma textura em outra cor.



Autor do texto e das fotos: Gilson Carlos Pessanha              MyFreeCopyright.com Registered & Protected


Visite e curta a minha página no facebook.com/GilsonEletricista





quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Uma pequena e simples manutenção corretiva no Quadro de Distribuição

Olá amigos e leitores do Blog do Gilson Eletricista.

Condomínio residencial multifamiliar me contratou para fazer uma emergencial melhoria nas conexões do Quadro de distribuição localizado no PC de luz.

Este Quadro de Distribuição possui 3 barramentos para as Fases RST e um Neutro.

Ele recebe a alimentação do Padrão de Entrada através de 3 fusíveis de 600 ampères em uma chave faca manual.

Todas as unidades recebem a alimentação até o Medidor ou relógio de luz, vindas destes barramentos.

As conexões são feitas com os fios apertados por parafusos.

Neste caso muitas conexões frouxas, mal feitas ou com zinabre estavam causando derretimento e cabos estourando.

Planejamento e organização:
Primeiramente organizei as ferramentas em cima de uma placa de madeira.

Analisei e identifiquei as fiações dos apartamentos a serem corrigidos.

Fiz uma lista com os números de cada apartamento.

Avisei ao porteiro, para que interfonasse para o primeiro apartamento a ter o desligamento.

Estimei o tempo para cada unidade em 30 minutos.

Desliguei os celulares, para evitar distração.

Coloquei os meus EPIs.

Por quê todos estes cuidados e precauções ?
Todo trabalho realizado em Linha Viva, mesmo sendo em baixa tensão é extremamente perigoso.

Este QGBT (Quadro Geral de Baixa Tensão) é o responsável pelo fornecimento de corrente elétrica trifásica para + de 100 apartamentos e lojas no térreo.



Ferramentas organizadas


Ferrugem e zinabre nos barramentos de cobre.
Fios enfiados nos furos dos parafusos.


A maioria dos cabos tiveram de ser crimpados.


Cabo com terminal crimpado, porém o alicate utilizado não estava compatível com a seção do terminal e o aperto ficou frouxo


Veja a diferença da crimpagem fraca no terminal de cima e a crimpagem correta no terminal de baixo


Neste cabo PP 3 x 10 mm² + Malha, a capa foi retirada deixando a malha de cobre exposta perigosamente ao lado do barramento de Fase.
Além disso, o parafuso não foi totalmente rosqueado e o terminal da malha ficou frouxo.


Veja a ação do zinabre, por dentro da capa do fio rígido.

Esta manutenção foi um paliativo, mas o certo será refazer e modernizar todo o PC de Luz e este QGBT.


Autor do texto e das fotos: Gilson Carlos Pessanha  MyFreeCopyright.com Registered & Protected
   

Visite e curta a minha página no facebook.com/GilsonEletricista