sexta-feira, 29 de abril de 2016

Vídeos Eletrizantes: Faca curva para eletricistas

Olá nobres amigos e iluminados leitores do Blog do Gilson Eletricista.

Vejam neste vídeo uma ferramenta adequada para decapar fios e cabos elétricos com isolamento de até 1000 volts.

Dica:
Para curtir este vídeo, vá até a lateral direita da página do Blog e pause o Tocador da Rádio Anjo de Luz.



Fonte:
Mundo da Elétrica.



Olha a Faca !!!







Siga me no Google+ Gilson Carlos Pessanha

Os 7 sinistros erros da Ciclovia Tim Maia

Olá nobres amigos e iluminadois leitores do Blog do Gilson Eletricista.

Engenheiro da Coppe, especialista em gerenciamento de riscos, aponta problemas básicos que não poderiam ter passado em branco no projeto e na construção da Ciclovia Tim Maia:


1º erro  (Só respingo).
O projeto não teve relatório de riscos, o que identificaria perigos, como de ressaca, e traria soluções.

2º erro (Sem reforço).
Em curvas acentuadas, onde os ônibus passam perto, a proteção na Avenida Niemayer deveria ser reforçada para evitar que um veículo tombe sobre a ciclovia.

3º erro (Pista solta).
A ciclovia não foi chumbada aos pilares em alguns trechos. Ficou apenas apoiada sobre as colunas.

4º erros (Chama raios).
O metal do guarda-corpos é condutor de energia e se transforma num grande para-raios em caso de tempestades.

5º erro (Ferrugem).
Exposto à maresia, o metal do guarda-corpos está fadado à corrosão, gerando mais um risco de acidentes a usuários.

6º erro (Aberto 24 horas).
Não havia plano operacional que impedisse o acesso à ciclovia em caso de ressaca e tempestades.

7º erro (Quedas).
As telas de metal corroídas não têm força para suportar o impacto de bicicletas e o ciclista pode ser lançado ao mar.

Fonte:
Jornal Extra 29/04/2016.

Misericórdia !!!


Tenha um dia iluminado !


                        Siga me no Google+ Gilson Carlos Pessanha

quinta-feira, 28 de abril de 2016

Vídeos Eletrizantes: Conversão de Btus para Watts

Olá nobres amigos e iluminados leitores do Blog do Gilson Eletricista.

Muitas pessoas acham que para determinar as fiações elétricas de um circuito elétrico de um ar condicionado, deve ser levado em consideração a corrente de refrigeração.

Uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa...

Assistam este vídeo aula e entendam de vez.

Dica:
Para curtir este vídeo, vá até a lateral direita do Blog e pause o Tocador da Rádio Anjo de Luz.


Fonte:
Mundo da Elétrica


Autor do texto: Gilson Carlos Pessanha 


Siga me no Google+ Gilson Carlos Pessanha



segunda-feira, 25 de abril de 2016

Morre o cantor Billy Paul

Olá nobres amigos e iluminados leitores do Blog do Gilson Eletricista.

Mais uma estrela dos anos 70 sobe ao firmamento das grandes vozes.

Billy Paul, morreu ontem (24/04/2016) aos 81 anos, vítima do câncer.

Nossos sentimentos aos parentes e familiares.

Para quem não conheceu, esta é uma dos seus principais sucessos, entre outros como ¨Your Song¨.

Dica:
Para curtir este vídeo e esta linda declaração de amor para a Mrs. Jones, vá até a lateral direita do Blog e pause o Tocador da Rádio Anjo de Luz.





Billy Paul também ficou muito conhecido por interpretar a música ¨Your Song¨, do cantor e compositor Elton John, em ritmo de disco dance.






Autor do texto: Gilson Carlos Pessanha         


Siga me no Google+ Gilson Carlos Pessanha

domingo, 24 de abril de 2016

Vídeos Eletrizantes: Pastilhas Ecológicas Rivesti

Olá nobres amigos e iluminados leitores do Blog do Gilson Eletricista.

Sabe àquela parede feia e manchada na sua cozinha ou banheiro ?

Para trocar estas antigas cerâmicas ou azulejos significa obra, barulho, poeira e muitos R$$$$.

Achei sensacional esta ideia da Rivesti em reciclar garrafas Pet e ecologicamente ajudar na sustentabilidade de nosso planeta.

Você mesmo poderá colar estas placas 30x30 cm, utilizando cola de contato e pincel.

Para finalizar aplique o rejunte na sua cor preferida.

Dica:
Utilize máscara para proteção dos vapores da cola.

Dica:
Os rejuntes com cores escuras ou preto, ficam também muito interessante no contraste e na conservação.

O rejunte deverá ser aplicado com uma espátula com EVA.

Dica:
Para curtir estes vídeos, vá até a lateral direita do Blog e pause o Tocador da Rádio Anjo de Luz.







Autor do texto: Gilson Carlos Pessanha                MyFreeCopyright.com Registered & Protected


Sigame no Google+ Gilson Carlos Pessanha

Dicas para o Síndico - Procedimentos de Segurança

Olá nobres amigos e iluminados leitores do Blog do Gilson Eletricista.

Estive semana passada na Administradora CIPA e vou compartilhar estas excelentes dicas e recomendações para a segurança em seu condomínio residencial.

Procedimentos de Segurança:
- Cadastre todos os moradores com dados pessoais e dos veículos.

Como é na realidade:
A maioria dos prédios não faz este tipo de cadastro.

- Capacite os funcionários, principalmente os porteiros, já que a porta de entrada e saída de pedestres é a preferida dos bandidos.

Como é na realidade:
A grande maioria dos funcionários não têm a menor capacitação para o cargo.

- Olhe sempre para as imagens oriundas das câmeras de segurança, quando houver.

Como é na realidade:
A grande maioria dos porteiros estão sempre olhando as imagens do celular e nem sequer percebem que algum morador está parado no portão de entrada, querendo entrar ou sair.

- Acenda as luzes internas do carro e abaixe os vidros quando chegar ao prédio, o que possibilita a identificação do morador e de quem está dentro do veículo.

Como é na realidade:
Veículo chega com as luzes apagadas, pisca os faróis ou dá dois rápidos toques na buzina e o portão é liberado.

- Tranque o carro e leve as chaves.

Como é na realidade:
As chaves dos carros ficam na portaria com os porteiros ou manobristas.

- Tranque portas e janelas na ausência do morador.

Como é na realidade:
Janelas e portas de varandas ficam abertas.

- Evite deixar as chaves do apartamento com funcionários do condomínio, dando preferência a amigo ou familiar de confiança.

Como é na realidade:
Moradores sempre deixam as chaves no escaninho ou com o porteiro.

- Mantenha a porta de entrada e as grades do edifício fechadas, mesmo na chegada de convidado ainda não identificado.

Como é na realidade:
A grande maioria dos porteiros, vai logo abrindo o portão de entrada.

- Cadastre o convidado, anotando o RG, o apartamento de destino e o nome do morador que vai recebê-lo. Só depois libere a entrada dele.

Como é na realidade:
Basta dizer, sou o pai ou sou a mãe, e o portão é liberado.

- Agende as mudanças e os responsáveis pelo serviço.

Como é na realidade:
Só comunicam o dia e o nome da Transportadora.

- Abra os portões para mudança o tempo suficiente para carga e descarga.

Como é na realidade:
Os portões ficam abertos o tempo todo.

- Libere a entrada de empregados domésticos e outros colaboradores somente com a autorização do morador e com dias e horários informados.  Fora do período, avise o condômino para liberação posterior.

Como é na realidade:
Basta dizer que vou trabalhar lá e estou com as chaves e a entrada é liberada.

- Peça autorização ao morador se uma pessoa estranha estiver dirigindo o veículo do condônimo.

Como é na realidade:
Porteiro identificou o carro ou a placa e libera a entrada.

- Não libere a entrada de funcionários do condomínio acompanhados por terceiros. A entrada somente deve ocorrer com a autorização do síndico, zelador ou administração. O mesmo vale para os colaboradores dos apartamentos.

Como é na realidade:
Qualquer pessoa ao abrir o portão, entra junto.

- Retire o lixo e feche o portão imediatamente, sempre com a ajuda de outro funcionário para monitorar a operação.

Como é na realidade:
Na grande maioria dos prédios, quem leva o lixo é o próprio porteiro e para isto deixa o portão aberto e a portaria abandonada.

- Limpe a calçada com o portão do condomínio fechado.

Como é na realidade:
Todos limpam as calçadas com o portão aberto.

- Faça levantamento de dados pessoais antes de contratar um funcionário.

Como é na realidade:
A maioria das vagas são preenchidas por indicação de outros porteiros e faxineiros e nenhum levantamento é realizado.

- Permita a entrada somente de veículos cadastrados no condomínio.

Como é na realidade:
Basta dizer que é rápido e prometer uma caixinha e a entrada é liberada.

- Providencie uma lista de convidados em caso de festa e solicite a identificação deles.

Como é na realidade:
Basta dizer que veio para a festa no Salão de Festas e a entrada é liberada.

- Anuncie sempre a chegada de pessoas ao prédio com destino à residência dos moradores, solicitando autorização para o ingresso no prédio.

Como é na realidade:
Em muitos prédios, basta dizer que o interfone está com defeito e a entrada é liberada.

- Solicite crachá com foto de funcionários de empreiteiras, previamente cadastrados, quando houver a realização de obras no prédio.

Como é na realidade:
Nunca vi um funcionário de empreiteira com este tipo de crachá ou uniforme.

Fonte:
Informativo CIPA.



Autor dos comentários ¨Como é na realidade¨: Gilson Carlos Pessanha

MyFreeCopyright.com Registered & Protected


Siga me no Google+ Gilson Carlos Pessanha

sábado, 23 de abril de 2016

Contos do Gilson Eletricista: É só trocar o disjuntor de 100 A

Olá nobres amigos e iluminados leitores do Blog do Gilson Eletricista.

Condomínio residencial, me contratou para realizar a simples troca de um disjuntor tripolar de 100A por um disjuntor tripolar de 100A industrial Ge em caixa moldada.

Vou precisar afastar o veiculo.

Não dá.

Está travado e o morador viajou...

Vou precisar desligar a chave geral do prédio.

Não dá.

Toda a área de serviços, elevadores e portões irão parar.

Preocupado em não encostar na porta de alumínio, no carro e na chave Faca de 100A, iniciei a troca.






Retirei uma Fase de cada vez e isolei.

O suor escorria por todo o corpo.

A tensão elétrica e emocional era grande.

Eu estava lidando com Fases de 127 volts alimentadas por uma chave Faca de 400A.

Este disjuntor antigo tripolar de 100A x 5Ka não conseguia um bom aperto nos cabos de 16 mm².

As pontas de cobre foram estanhadas.

E este foi o motivo do derretimento nos cabos.

O Estanho não é um bom condutor elétrico.

Ao aumentar a temperatura na transmissão da corrente elétrica o Estanho e o Chumbo da solda amolecem.

Ao amolecer a conexão do aperto no disjuntor fica frouxa.

Daí para a frente é só derretimento por Efeito Joule.

O quê fazer ?
Ou você enfia a ponta dos cabos decapados diretamente nos bornes ou você crimpa um terminal ilhós de 16 mm² na ponta deste cabo.

Eu, particularmente, prefiro o terminal ilhós.

Os finos fios de cobre ao serem apertados pelo parafuso, acabam causando cisalhamento dos fios.

Já com o terminal ilhós isto não acontece.








Estes disjuntores GE de 150A x 10Ka protegem as fiações do PC de Luz até a casa de máquinas dos elevadores.

Lá instalei chaves manuais anti-explosão por arco elétrico com fusíveis Diazed  Ultra rápidos de 60A e a parte operacional do controle com disjuntor e Dr + aterramento estrutural na coluna.

Lá estão funcionando por mais de 10 anos.






Autor do texto e das fotos: Gilson Carlos Pessanha             MyFreeCopyright.com Registered & Protected


Siga me no Google+ Gilson Carlos Pessanha