terça-feira, 16 de setembro de 2014

Marcenaria de alto Padrão de Qualidade

Olá amigos e leitores do Blog do Gilson Eletricista.

Esta é uma excelente solução para aproveitar o espaço abaixo da pia do banheiro ou lavabo.

Você não encontrará este móvel pronto nas lojas.

Ele deverá ser encomendado em uma marcenaria e as medidas serão personalizadas para o seu local (altura, profundidade e largura).



Esta é mais uma eletrizante dica do Gilson Eletricista.





Visite e curta a minha página no facebook.com/GilsonEletricista

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Meu Quadro de Luz é trifásico, meu Pc de Luz é trifásico e só tenho Monofásico ?

Olá amigos e leitores do Blog do Gilson Eletricista.

Minha cliente se mudou de Laranjeiras para Ipanema e como ela possui 1 ar condicionado e uma panela eletrica em 220 volts, lá fui eu fazer a mudança das tensões de 127 volts para 220 volts em 2 tomadas.

Conta de Luz identificando o cliente como sendo residencial trifásico.

Quadro de Luz moderno com disjuntores DIN e Disjuntor tripolar.

Identifiquei as fiações da cozinha e consegui localizar duas diferentes Fases passando por dentro da mesma tubulação.

Fase 1 com 127 volts e Fase 2 com 127 volts.

Ao aferir a tensão resultante encontrei 0 volts, o que significava que não havia DDP (diferença de Potencial) entre as duas Fases.

Para confirmar voltei ao Quadro de Luz e aferindo Fase em relação ao barramento de Neutro, indicava 127 volts, porém aferindo entre as Fases indicava 0 volts.

Isto significava que eram a mesma Fase.

Desci até o Pc de Luz localizado no Térreo e vi que o PC de Luz fora reformado e estava dentro dos atuais padrões da Concessionària Light.

Localizei o Medidor (relógio de luz) do apartamento 101 e confirmei que era um medidor polifásicos com 4 fios (3 Fases RST e 1 Neutro).

Verifiquei o disjuntor localizado na parte de cima e confirmei que era um disjuntor tripolar de 40A classe D.

O quê fazer ?
Terei de abria a tampa dos disjuntores e aferir as 3 Fases entrando e as mesmas 3 Fases saindo pelo disjuntor.

Normalmente a alimentação chega pelos bornes de cima e saem pels bornes de baixo, mas nesta reforma fizeram invertida.

Não foi nem preciso fazer aferições, porque na parte de cima os 3 cabos na cor azul (cor azul é exclusiva do Neutro e ali estava sendo utilizada com Fase), estavam conectados em paralelo no mesmo borne.

Confirmei o trifásico chegando e saindo e voltei ao aprtamento e desliguei todos os disjuntores.

Existe uma ordem para desligamentos de disjuntores em um Quadro de Luz ?
Sim.

Primeiro os disjuntores individuais, depois os bipolares, depois os tripolares e por último o disjuntor tripolar Geral.

Por quê esta ordem tem que ser seguida ?
Para diminuir a formação do arco elétrico no disjuntor Geral.

E para religar é a mesma ordem ?
Não.

Pelo mesmo motivo, primeiro o disjuntor Geral, depois os bipolares, depois os tripolares e por último os simples.

Feito isto o trifásico agora estava presente neste Quadro de Luz.

O ex-inquilino estava pagando uma conta muito alta, porque todas as cargas estvam em uma mesma Fase e as outras duas com carga zero.

Ou seja o Quadro de Luz estava desbalanceado.

Quem trabalhou de forma incorreta ?
O eletricista que fez a troca de fiações internas e o Quadro de Luz, porque ele deveria ter avisado por escrito, que assim que o Medidor Monofáfico fosse substituído pelo Medidor trifásico, ele deveria ser avisado para que voltasse e separasse os circuitos em paralelo.



PC de Luz - atual Padrão no Rio de Janeiro - Brasil

Medidor e disjuntor trifásicos



Disjuntor Steck 3x40A Classe C com os 3 cabos em paralelo no borne central


Os 3 cabos foram separados, mas mesmo assim, torno a dizer que cabos de cor azul são exclusivos para o Neutro. Estes cabos deveriam ser de cores diferentes: Vermelho, Branco e Preto e ligados na correta sequência de Fase: RST, tanto em baixo com no Quadro de Luz.

Na impossibilidade de utilizar 3 cores diferentes os cabos deverão ser anilhados com anilhas de identificação: RST ou F1, F2, F3 ou F, FF, FFF e na sequência correta de Fases RST.

Os Quadros de Luz são ligados de qualquer maneira e sem seguir os Padrões e Normas em vigor, mas se você é ou pretende ser um Eletricista Top, siga sempre as normas e seu trabalho mais cedo ou mais tarde será reconhecido e elogiado até mesmo por seus concorrentes...



Autor do texto e das fotos: Gilson Carlos Pessanha              MyFreeCopyright.com Registered & Protected



Visite e curta a minha página no facebook.com/GilsonEletricista

domingo, 14 de setembro de 2014

Parte das tomadas de uma sala não estão funcionando. O quê fazer ?

Olá amigos e leitores do Blog do Gilson Eletricista.

Vou diariamente em muitas diferentes residências familiares.

Nenhuma delas possuía uma planta da distribuição elétrica.

É preciso utilizar os conhecimentos adquiridos nos cursos e ao longo de muitos anos na profissão.

Assim como em uma consulta médica, algumas perguntas podem ajudar e agilizar o procedimento a ser feito.

Quando este defeito aconteceu ?
Uma semana após a instalação deste ventilador de teto, que inclusive também parou de funcionar.

Diagnóstico:
O instalador ao fazer as instalações causou defeito nos fios ou emendas com mau contato ou com zinabre, dentro da caixa de luz no teto, estão frouxas.

Lâmpada de teste conectada no circuito da sala.


Fase vinda do teto não chegava no controle do ventilador e nas tomadas abaixo.

Ao repor o ventilador instalei uma barra de sindal e anilhas de identificação nos fios do ventilador.

O quê fazer ?
No controle de parede do ventilador e nas tomadas abaixo estava faltando a Fase, que vem desta caixa de luz no teto.

Desligar o disjuntor deste circuito e desinstalar o ventilador, para ter acesso nas fiações.

A Fase e o Neutro, nesta caixa estavam normais.

As emendas estavam bem feitas, mas o fio que estava emendado na Fase, não chegava em baixo.

Conclusão:
O cobre deste condutor estava partido dentro da capa e deverá ser substituído por um novo cabo flexível.

Utilizando este fio rígido como guia, troquei por cabo flexível de 2,5 mm².

Como o cobre se partiu dentro da capa ?
O instalador do ventilador de teto, substituiu o fio de retorno da lâmpada como guia e puxou 3 cabos flexíveis de 0,5 mm², sendo um para repor o que saiu e dois para o motor do ventilador.

Como não utilizou vaselina sólida para facilitar este manuseio, os tracionamentos à seco, acabaram partindo o cobre do condutor Fase.

Dica:
Quando for instalar um ventilador de teto e constatar que as fiações elétricas, neste trecho, são antigas e rígidas, troque todas as que descem para a caixa de controle e tomadas.

Não diminua a seção dos condutores, utilizando cabos mais finos.

A seção mínima para o motor de um ventilador de teto é 0,5 mm².

Porém você deverá utilizar cabos com a mesma seção dos condutores Fase e Neutro, porque no Quadro de Luz existe um disjuntor que protege estas fiações deste cômodo e se você utilizar fiações abaixo deste disjuntor, em caso de haver um curto circuito, os fios finos pegarão fogo e o disjuntor não desarmará.

Já encontrei em diversas instalações de ventiladores de teto, fios de telefone de 0,025mm² e fios finos de som.

Ou seja o instalador Padrão Zé Faísca, retira um fio de 1,5 mm² ou 2,5 mm² e coloca 3 fios finos e não adequados.

Este é o diferencial de preços destes instaladores.

Quando o defeito, mau funcionamento ou curto-circuito acontecem, eles sequer atendem o seu telefonema...

Consulte sempre o seu eletricista de confiança...


Autor do texto e das fotos: Gilson Eletricista           MyFreeCopyright.com Registered & Protected   


Visite e curta a minha página no facebook.com/GilsonEletricista












A criatividade da propaganda eleitoral atualmente

Olá amigos e leitores do Blog do Gilson Eletricista.

Aqui no Brasil - Rio de Janeiro, estamos nas proximidades de mais uma eleição para Deputado Estadual, Deputado Federal, Senador, Governador e Presidente.

Antigamente os políticos mandavam imprimir os famosos Santinhos, que era um calendário de bolso com sua foto e número do partido.

Este tipo de propaganda é de custo bem reduzido, porque a impressão é feita em série e todas iguais.

Propaganda & Marketing.
Esta semana recebi pelo correio um Cartão de Crédito Platinum.

Eu não havia solicitado ao VISA o envio de outro cartão.

Ao olhar melhor e identificar qual era a Bandeira deste Cartão, surpresa:
era um VOTOCARD Platinum.

Neste Cartão estava impresso meu nome e os números eram exatamente os números dos 3 candidatos listados no verso:

15300 Deputado Estadual
1530   Deputado Federal
15       Governador

A tiragem destes cartões com nomes individuais foi de 750.000.

A impressão + envio pelo Correios para 750.000 eleitores não deve ter ficado barato.

A Firma de Propaganda & Marketing, que elaborou este produto está de parabéns.

As pessoas mais humildes, que nunca tiveram um cartão de crédito, ficarão emocionadas e retribuirão apoiando e votando nestes candidatos.

Comentário Pessoal:
Amanhã vou na loja de materiais elétricos e vou comprar um multímetro 324 CT3 da Fluke e vou pedir para parcelar neste cartão em 3x.

Será que passa ?




Autor do texto e das fotos: Gilson Carlos Pessanha      MyFreeCopyright.com Registered & Protected

Visite e curta a minha página no facebook.com/GilsonEletricista

Diferença entre Emergência e Urgência

Olá amigos e leitores do Blog do Gilson Eletricista.

Na eletricidade temos situações emergenciais e urgentes.

Qual seria a diferença entre elas ?

Depende do cliente...

Emergência.
Para mim é falta de luz, curto circuito e principio de incêndio.

E também para as equipes de eletricistas da Light.

Pode ser domingo, feriado, dia com sol ou dia chuvoso, de noite ou de dia...

Capacete azul entra na galeria subterrânea e executa os reparos.

Capacete branco orienta, comanda e observa...

Urgência.
É quando a pessoa comprou um determinado produto ou eletrodoméstico e quer fazer a instalação o mais rápido possível, como se isto fosse a coisa mais importante de sua vida.

Considero uma Síndrome do Pânico...

Caso real:

A empregada entrou em férias.

E agora quem lavará a louça e os pratos ?

Fui contratado para fazer as instalações elétricas + entrada e saída  de água em uma lava louças Brastemp Ative.

Vai demorar muito ???

A máquina deveria ser instalada na área de serviço ao lado de um tanque e deveria ser apoiada em uma banqueta de fibra de vidro para que ficasse 30 cm mais para cima, para que o casal não precisasse se abaixar para colocar e retirar a louça.

A pia estava com uma montanha de pratos, copos e talheres sujos e acumulados em apenas 2 dias...

Vai demorar muito ???

A banqueta era menor do que a base da lavadora e tive de me deslocar até uma madeireira e comprar uma madeira de 72cm x 60cm x 2cm, a qual seria fixada com 12 parafusos, por baixo da banqueta.

Vai demorar muito ???

Como a entrada de água já estava sendo utilizada por uma lavadora de roupas Brastemp, a qual ficava do outro lado do tanque, resolvi trocar a torneira do tanque por uma torneira com entrada para máquina e a mangueira de saída ficaria encaixada na lateral do tanque.

Vai demorar muito ???

Para alimentação elétrica, instalei um dispositivo de proteção da marca Alumbra, que possui um disjuntor Din de 20A e uma tomada Padrão Brasileiro de 20A.

Vai demorar muito ???

Finalmente terminei a instalação elétrica e de água da lavadora.

Posso colocar a louça para lavar ???

Orientei para que o manual de utilização da máquina fosse lido.

Depois lerei.

Orientei que primeiramente seria necessário abrir a tampa e retirar o manual que estava lá dentro e colocar o sabão dentro do recipiente e o abrilhantador líquido no outro recipiente.

Coloque só o sabão, porque estou muito ansiosa para lavar a louça...



Leia também
http://dicasdogilsoneletricista.blogspot.com.br/2012/11/o-eletricista-e-os-clientes-ansiosos.html


Autor do texto e das fotos: Gilson Carlos Pessanha      MyFreeCopyright.com Registered & Protected

Visite e curta a minha página no facebook.com/GilsonEletricista

sábado, 13 de setembro de 2014

O apartamento é alugado e não quero fazer obras. O que Fazer ?

Olá amigos e leitores do blog do Gilson Eletricista.

Tenho mais de 200 posts originais e criativos prontos para serem divulgados.

Todos os dias, cada atendimento resulta em mais de 10 fotos, mostrando o passo a passo de como uma situação foi corrigida.

Estes exemplos servirão para orientar usuários e eletricistas sobre como fazer ou como resolver uma determinada situação ou necessidade elétrica em uma moradia.

Aluguei um apartamento e quero usar um chuveiro elétrico. O quê fazer ?
Os proprietários de um modo geral são avessos a fazerem obras para atenderem as necessidades de seus inquilinos.

Se quiser fazer obra, será por sua conta...

Rapaz alugou um apartamento de sala e quarto e como o ex-inquilino levou o aquecedor à gás, resolveu instalar um chuveiro elétrico.

Lá chegando, verifiquei que os tetos do corredor, do banheiro, e do quarto foram rebaixados com gesso.

Para criar um circuito elétrico exclusivo para o chuveiro elétrico seria necessário 
cortar 3 tetos em 3 diferentes  cômodos.

Isto acarretaria uma pequena obra: 3 cortes, 3 fechamentos dos cortes e pinturas dos 3 tetos.

O quê fazer ?
Nestes casos, a instalação externa será a instalação mais rápida e mais barata.

Como fazer ?
Os cabos elétricos deverão sair do Quadro de Luz, com seu respectivo disjuntor de proteção até o ponto do chuveiro elétrico.

Se não é viável ir por dentro dos eletrodutos internos, o jeito é ir por fora das paredes, ou seja externamente.

Vai ficar feio os cabos coloridos fixados com pregos ou fix-fios ?

Vai ficar muito feio.

Como melhorar visualmente esta instalação externa ?
Utilizando canaletas externas auto-adesivadas.

Veja nas fotos abaixo, que os cabos flexíveis de 6 mm² nas cores azul e preto ficaram bem ocultos e discretos.

Nas fotos abaixo, as canaletas estão acompanhando molduras de portas e rodapés e, mesmo eu dizendo que elas lá estão, quase não dá para notá-las.

É uma instalação que requer paciência e capricho por parte do instalador, mas o resultado final é muito bom e barato em comparação com a outra alternativa.










Comentário Pessoal:
Inquilino ao se mudar, deixa as instalações feitas e não refaz obras.



Autor do texto e das fotos: Gilson Carlos Pessanha         MyFreeCopyright.com Registered & Protected


Visite e curta a minha página no facebook.com/GilsonEletricista

sábado, 6 de setembro de 2014

O Zé Faísca deixou uma armadilha no bocal do lustre

Olá amigos e leitores do Blog do Gilson Eletricista.

Uma nova cliente me foi indicada por outra cliente, que por sua vez foi indicada pela amiga e que foi indicada pelo pai e ...

Dica:
Você que é um prestador de serviços autônomos, tenha em mente que a sua principal propaganda não é o seu cartão de visita e sim a propaganda boca a boca de clientes satisfeitos com o nível de atendimento e a qualidade do serviço executado.

Lá chegando, a senhorinha disse que a lâmpada do pequeno lustre no corredor não estava acendendo e que ela mesma trocou por outra nova e a lâmpada não acendeu.

Ela disse que desligou o disjuntor mas mesmo assim levou um choque que chegou a cortar a palma da mão esquerda em 4 pontos.

Orientei que um choque elétrico costuma causar queimaduras e não cortes.

Desliguei o disjuntor e confirmei com uma caneta indutiva que não havia tensão nas fiações elétricas daquele circuito.

Retirei o globo e verifiquei que um dos fios do bocal estava solto.

Tentei puxar o bocal que parecia estar preso por 4 molas de aço.

Como não estava conseguindo, resolvi retirar o lustre do teto e levar para uma mesa, onde seria melhor para retirar o bocal daquelas estranhas molas de aço.

Ao colocar o lustre na mesa, logo vi o motivo da senhorinha ter se cortado em 4 pontos.

O Zé Faísca, que é uma pessoa sem nenhuma qualificação profissional na área da eletricidade, quebrou 2 lâminas de barbear em 4 pedaços e colou estes pedaços com superbonder ao redor do bocal e a base do lustre.

A senhorinha, ou outra pessoa qualquer, ao precisar trocar uma lâmpada quebrada iria segurar o bocal com uma das mãos e com a outra iria retirar a lâmpada queimada.

Ao dar o aperto final na lâmpada o bocal girava um pouco e este pequeno giro era suficiente para que as 4 afiadas e novas lâminas cortassem a pele da mão.

Em mais de 30 anos de profissão como eletricista, a cada dia me surpreendo com as incríveis mazelas do Zé Faísca.

Eu mesmo, também poderia ter me cortado, se não estivesse com meus EPIs (luva) de uso diário e constante...







Macia, reforçada com couro nas principais partes da mão e proporciona excelente proteção contra cortes, impactos e choques em baixa tensão.

Onde comprar esta linda luva da Irwin ?
Esta luva Irwin, importada diretamente dos Estados Unidos, poderá ser adquirida na Construir Caima.

Onde fica localizada a Construir Caima ?
A Construir Caima fica localizada no bairro do Flamengo - Rio de Janeiro - Brasil.

Rua Marquês de Abrantes, 178.
Tel: 21 2551-1998
redecaima@hotmail.com

Lá você encontrará uma completa linha de produtos Irwin, Bosch e outras marcas de qualidade.

Tudo para a reforma de sua residência e utilidades para o lar.

Vendedores treinados para orientar qual o melhor produto para a sua necessidade.

Esta eu recomendo !



Autor do texto e das fotos: Gilson Carlos Pessanha         MyFreeCopyright.com Registered & Protected


Visite e curta a minha página no facebook.com/GilsonEletricista