sábado, 10 de novembro de 2012

O menino e o seu amigo português

É hora do recreio !

Este é mais um dos contos do Gilson Eletricista.
Eles poderão ter acontecidos na vida real ou serem apenas frutos de uma mente criativa.
Engraçados, tristes, críticos, irônicos, legais e ruins.
Você decide.
Boa leitura !

Esta narrativa se passou nos anos 60, no Bairro da Glória - Rio de Janeiro - Brasil.


No alto da Ladeira da Glória, existe a Igreja de Nossa Senhora da Glória do Outeiro (pequena elevação ou colina).

No início da subida desta ladeira, foi construída a Villa Aymoré, ao lado do Turístico Hotel, e segundo a lenda, o terreno desta Vila foi um presente de D. Pedro I, para a Baronesa de Sorocaba - amante do Imperador.

Recentemente a Villa Aymoré foi comprada e todas as 10 casas estão sendo reformadas, porém as suas características originais estão sendo mantidas pelos restauradores.

Recentemente escavações revelaram o caminho particular da casa da Baronesa até a Igreja da Glória, onde D. Pedro I, dizia que ia rezar todos os dias , durante horas.

Ajoelhou tem que rezar...

Para facilitar a narrativa, vou assumir o papel do menino.

O menino morava no prédio bem ao lado do portão de entrada da Vila.

Na casa número 8, vindos de Portugal, morava uma legitima família Lusitana, vindo para o Brasil, porque o Senhor Manoel, chefe da família, resolvera trabalhar e vender gelo para os brasileiros.

No início dos seus negócios a sua firma ainda estava engatinhando e o Manoel, fazia a entrega das barras de gelo com uma bicicleta adaptada por ele mesmo para tal finalidade.

Como legítimo português andava com tamancos de madeira, calça marrom escura com finas listras brancas, chamadas de risca de giz e camiseta branca sem mangas e um chapéu marrom.

Para as calças não se enrolarem nas correntes da bicicleta, ele colocava um elástico prendendo as barras da calça.

Eu (o menino) costumava ficar na varanda do apartamento, que embora fosse no 2º andar, era como se fosse o 1º andar, porque ficava bem perto da entrada da Vila.

O português saia todos os dias de manhã com a sua bicicleta e só retornava ao final do dia.

Eu já até sabia de cor os seus horários.

A minha distração principal era chatear o portuga, todos os dias.

Naquela época, havia  bonde elétrico circulando no Rio de Janeiro.

- Portuga, o que é o que é, que cai em pé e corre deitado ?

- Ora menino, esta é muito fácil. É a chuva.

- Errou portuga. É um português que foi descer do bonde em movimento.

 Este gajo está querendo me tirar do sério e logo hoje que me passaram um cheque ¨careca¨ (sem fundos).

- Ó menino, e o que é o que é, que logo após o português  ter caído do bonde, veio atrás dele rolando ?

- Não sei.

- Foi a gorda da tua mãe.

Esta o portuga ganhou.

No outro dia, na mesma hora...

- Ó portuga, queres uma toalha para enxugar o gelo, que está todo molhado ?

O português arqueou um ¨sobreolho¨  (sobrancelha) e respondeu:


- Só não te respondo porque a minha bicicleta hoje está ¨imparável¨ (difícil de parar).

No outro dia ...

Eu estava limpando os vidros da janela da sala, com jornal molhado, que é excelente para a limpeza de vidros e eis que já vem chegando o português.

Assim que ele passou com a bicicleta, atirei uma enorme bola de jornal molhado em suas costas.

O impacto e o barulho foi semelhante ao de uma bola de neve.

O portuga parou a bicicleta e veio me perguntar:

- Ó menino, vistes quem foi  o gajo que me deu esta bolada molhada ?

- Ó Manoel, isto veio do céu.

- O que veio do céu, foi a tua mãe que é uma ... (minha mãe apareceu na janela).

- Como vai Sr. Manoel ?

- Muito bem Dona Magdalena. Estava eu a dizer para seu filho, como a tenho em grande apreço e consideração, mas fica para outro momento, porque estou vindo da padaria e este ¨cacete¨ (pão) que está em minha mão já está começando a ficar duro e a minha esposa não gosta de cacete duro...

Comentário pessoal:
Esta grande amizade entre o portuga e o menino, durou muitos anos, até o dia em que Manoel foi ¨fazer tijolos¨ (morreu).





Autor do texto e da foto:
Gilson Carlos PessanhaMyFreeCopyright.com Registered & Protected






 

Mermaid Comments & Graphics
Visite e curta a minha página no facebook.com/GilsonEletricista













Nenhum comentário:

Postar um comentário