sábado, 10 de maio de 2014

Dicas para os turistas que estão para chegar ao Rio de Janeiro

Olá amigos e leitores dos Blog do Gilson Eletricista.

Faltam menos de 33 dias para o início da Copa de Futebol.

Os Estádios não estão completamente prontos, o esquema de segurança não está com bom andamento, as greves de rodoviários, agentes de segurança bancários e professores da rede estadual estão causando tumulto.

As obras municipais estão pondo o transito em situação caótica.

Está havendo um grande número de assaltos em ônibus municipais.

50% dos imóveis e hotéis estão vazios

Só uma coisa está bem organizada e preparada para recepcionar os turistas:
 O crime organizado.

Dica:
Cancele sua reserva de hotel e adie sua viajem para outro momento e de preferência, em outro país.

Dica:
Se ainda assim, você resolver passar por situações de violências, evite andar só ou em pequenos grupos.

Não leve nenhum objeto de valor, como relógio, câmeras, celulares, dinheiro, cordões, óculos de griffe, filmadoras e de preferência ande em grupos de pelo menos 30 pessoas e se possível contrate escolta armada para dar suporte nos deslocamentos.

Dica:
Não vá a nenhum ponto turístico conhecido, pois nestes locais haverá uma grande quantidade de gangues ao seu redor para assaltá-lo, na chegada ou na saída.

Dica:
Não frequente nenhuma praia da Zona Sul.

Há uma grande quantidade de arrastões e assaltos nas areias, em qualquer hora do dia ou da noite.

Dica:
Procure se trajar com roupas simples e rasgadas como um mendigo.

Nada de usar roupas com imagens do Rio de Janeiro ou Brasil.

Vai ficar muito explicito e claro que você é um turista.

Dica:
Ao fazer um Toor pelas comunidades, você estará mais seguro, porque estará amparado pelos moradores e resguardado pelo Crime Organizado e ninguém ousará tocar um dedo em você.

Dica:
Se você gosta de futebol, não vá assistir o jogo, usando uma camisa do seu time favorito.
As torcidas organizadas costumam promover grandes brigas, confrontos e espancam e até matam os rivais.

Dica:
Não frequente as casas noturnas da Lapa, baixo Gávea, baixo Leblon, Vila Isabel, Maracanã, Tijuca e Grajaú, pois são locais rodeados por comunidades e está havendo um grande número de assaltos a pedestres em qualquer hora do dia ou da noite.

Veja na foto abaixo do Jornal O Dia, a sequência de um assalto à um casal de turistas que desavisadamente e inocentemente, passeavam nas areias da praia do Posto 8 - Ipanema.

Assaltante se aproxima, arranca o cordão e corre.

Turista corre atrás e quando já estava preste a alcançá-lo, é derrubado com uma paulada na cabeça, leva vários socos e tem o óculos roubado.

Polícia Militar demora a chegar.

Quiosques dizem que não podem ajudar, pois estes grupos estão todos os dias nestes mesmos locais e temem represálias.

Polícia Civil, diz que não investigará e não fará nada.

No Centro da cidade do Rio de Janeiro, todos os menores assaltantes são conhecidos por todos, menos pelos Policiais.

Amparados por sua idade fazem o que querem e quando são detidos, riem e dizem que daqui há pouco estarão libertos e voltarão para os mesmos locais.

Casais de policiais a paisana, espalhados por estes locais, facilmente identificariam e prenderiam estes assaltantes.

Policiais, a paisana, espalhados pelas calçadas, dariam cobertura, em caso de haver fuga ou confronto com o resto dos comparsas.

Estes fatos foram registrados, porém, todos os dias e em todos os bairros é a mesma coisa: falta de policiamento, falta de respeito, falta de segurança. falta de cidadania, falta de Governo...









Autor do texto: Gilson Carlos Pessanha                 MyFreeCopyright.com Registered & Protected

Visite e curta a minha página no facebook.com/GilsonEletricista

Um comentário:

  1. Hoje (13/05/2014), aqui no Rio de Janeiro - Brasil , os rodoviários entraram em greve por 48 horas.
    Os trabalhadores que precisam chegar até seus locais de trabalho, podem utilizar o transporte alternativo das Vans, que normalmente cobram R$2,50.
    Aproveitando a situação da greve, passaram a cobrar de R$10,00 a R$15,00.
    E a Prefeitura que é quem concede o alvará para funcionamento destas Vans, não fiscaliza e nada faz.
    Este é o Brasil que te espera.
    Tenha um dia iluminado !

    ResponderExcluir