sexta-feira, 20 de junho de 2014

Como substituir as antigas e ressecadas fiações elétricas em uma residência ?

Olá amigos e leitores do blog do Gilson Eletricista.

No post anterior, orientei como identificar os aspectos visuais de fiações antigas e ressecadas ou oxidadas em uma residência.

Hoje vou explicar algumas técnicas de como estas fiações poderão ser substituídas pouco a pouco e por cômodos.

Quando um imóvel está vazio e sem nenhum morador é mais rápido e mais fácil.

Porém, numa residência mobiliada e com pessoas morando a situação fica mais delicada.

Se você desligar tudo, os cômodos ficarão sem energia.

A cozinha terá a geladeira com tudo desligado e estragado.

Como substituir as fiações elétricas por partes ?
Assim como agiria o Fred Esquartejador, vamos por partes.

1º Passo:
Padronize as cores das fiações a serem substituídas.
Vermelho, Branco e preto para as Fases.
Azul para os Neutros.
Verde ou verde e amarelo para o Terra.
Amarelo para os retornos de lâmpadas.

2º Passo:
Determine como serão feitas as emendas:
Soldadas com estanho;
Com conectores de parafusos isolados;
Crimpadas com luvas isoladas.

Dica:
Emendas feitas entre fios sólidos e cabinhos flexíveis ou entre cabinhos flexíveis, somente torcidas com alicate, brevemente apresentarão mau contato ou oxidação por Zinabre.

3º Passo:
Comece pelos cômodos mais afastados e pelos retornos.
Este procedimento vai te mostra a direção dos eletrodutos e conduítes.

4º Passo:
Sempre utilize o fio velho como guia para puxar o cabinho novo.
Apesar dos cabinhos serem flexíveis e deslizantes é recomendável passar um pouco de vaselina sólida industrial para facilitar o tracionamento e para evitar que alguma borda cortante danifique os novos condutores elétricos.

Após torcer o fio velho com o novo ou com 2 novos, aplique uma camada de fita isolante sobre a emenda para evitar o atrito e para reforçar a conexão mecânica da emenda.





Dica:
Separe 2 panos de chão secos (aqueles bem velhos e rasgados é melhor, porque não valerá a pena lavá-los) e utilize um para limpar as mãos após aplicar a vaselina sólida e outro no outro extremo para limpar os novos cabos flexíveis.

5º Passo:
Retire todos os ventiladores de teto, luminárias, lustres e spots dos tetos e coloque nestes pontos bocais com rabichos.

Dica:
Lembre- se que você não irá conseguir concluir este serviço em um dia e ao final de cada dia, as instalações elétricas deverão estar funcionando, nem que seja provisoriamente.

6º Passo:
A cozinha deverá ser o último cômodo e dividida em 2 etapas:
antes do almoço e após o almoço.


Lá é um cômodo complicado, todos querem abrir a geladeira, preparar as refeições e você lá com a escada aberta e puxando fios irá incomodar e será incomodado.

7º Passo:
Troque os trechos que passam de um cômodo para o outro e cujo trajeto é de teto pata teto.
Neste momento faça todos os fechamentos e recoloque o que estava instalado no teto.

Dica:
Este processo passo a passo, evitará 2 grandes inconvenientes:
- Você não se perderá.
- como ao final do dia tudo estará funcionando, se houver algum imprevisto e você não puder ir no dia seguinte, o cliente não se aborrecerá com você.


Autor do texto e das fotos: Gilson Carlos Pessanha     MyFreeCopyright.com Registered & Protected


Visite e curta a minha página no facebook.com/GilsonEletricista

Nenhum comentário:

Postar um comentário