quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Apartamento de 3 quartos e sala com alta conta de energia elétrica. O quê fazer ?

Olá amigos e leitores do blog do Gilson Eletricista.

Um apartamento em Copacabana com apenas 2 moradores e com 3 quartos + sala + banheiro social + cozinha + área de serviço e dependências de empregada, estava com contas de luz em torno de R$900,00.

O fornecimento de eletricidade vindo do PC de luz era antigo e mono-fásico, com 2 fios rígidos de 4 mm².

Pc de luz no térreo e apartamento no 8º andar.

Ao modernizarem o Pc de luz, estes 2 fios foram substituídos por 4 cabos flexíveis de 6 mm².

O fornecimento continuou mono-fásico, porém com a capacidade 3x maior, pois os cabos foram ligados 2 a 2 em paralelo, ou seja o fio de 4 mm² ficou substituído por 2 de 6 mm².

A segurança aumentou, mas as contas continuaram elevadas.

O quê fazer ?
Verificar a quantidade de lâmpadas, o tipo de lâmpadas e as cargas instaladas, principalmente os motores, como ar condicionados e a existência de chuveiro elétrico.

Haviam 2 ar condicionados modernos e que não eram ligados há meses.

Haviam 2 ventiladores de teto, com pouco uso.

Havia 1 chuveiro elétrico no banheiro de empregada e usado no morno e 2 x por dia.

Banheiro social com aquecedor à gás.

2 Tvs modernas Led.

Lâmpadas FLC.

Ou seja, as contas altas, não era o consumo normal de um casal de senhores.

Dica:
Abrir o Quadro de Luz e vistoriar disjuntores, conexões, barramentos e qual fiação está sendo distribuída para os circuitos elétricos.

Pude verificar de imediato que aqueles fios elétricos rígidos eram da época da construção do prédio, há + de 50 anos atrás.

O quê fazer ?
Substituir toda a fiação antiga de 1,5 mm² por modernos cabos flexíveis de 2,5 mm²;

Substituir antigos spots de ferro com os bocais oxidados por modernos spots de plástico de engenharia;

Substituir todas as antigas lâmpadas incandescentes e FLC  por modernas lâmpadas Led.

O quê encontrei ?
Além de fiações ressecadas e quebradiças pelo uso acima da capacidade e pelo tempo acima de 20 anos, encontrei inúmeras gambiarras, as quais foram feitas por diferentes instaladores, digamos assim, não qualificados.

Todos os interruptores comandavam o Neutro e a Fase ia direta do disjuntor para o bocal da luminária, spot ou lustre.

Como neste ponto o Neutro estava quebrado, alguém, improvisou um fio rígido, amarrado no olhal da caixa de ferro e ligado em outro fio rígido para alimentar o interruptor.
O fio vermelho também servia para travar o interruptor, porque o parafuso de fixação não alcançou o olhal da caixa de ferro.

Suporte da luminária fluorecente amarrada co arames finos e oxidados.
Grande quantidade de emendas, próximas umas das outras.
As duas primeiras emendas estavam com a fita isolante desenrolada e isto é causado pelo zinabre e pelo calor da má conexão.

Retiradas as fitas isolantes gosmentas, presença de zinabre e emenda frouxa, tipo gancho ou anzol...

Como neste interruptor, havia um parafuso longo, alguém, enrolou um fio rígido nele para servir de Neutro.
A Fase está com uma emenda isolada com fita de papel gomada...

Este parafuso para fixar o suporte da luminária estava frouxo e, alguém, colocou Bombril porque diz a propaganda que ele tem 1001 utilidades...


Arruela de Bombril e bucha de toco de madeira é do tempo da minha bisavó...

Ao abaixar o spot, emendas frouxas e com o cobre exposto.

6 emendas próximas umas das outras e as 2 de cima com fita de papel gomado.


 Neste banheiro a queima e troca de lâmpadas FLC era constante.



Dica:
Para cortar um teto de gesso rebaixado, este serrote da marca Stanley será de grande utilidade.
Você gira a ponta até que ela ultrapasse a placa de gesso.
Em seguida bata com a palma da mão no cabo e a lâmina entrará e cortará o gesso.
Apare o pó com uma pá de lixo.

Emendas distribuindo os fios para os 4 pontos com folga e zinabre...

Emendas de fios com cores diferentes, isoladas com papel, frouxamente e dentro do eletroduto de ferro...

Este fio foi difícil de sair de dentro do eletroduto devido ao atrito causado por esta emenda isolada com esparadrapo.

Derivação com emenda zinabrada, frouxa e com isolante de papel desenrolado...


Conclusão:
Alto consumo devido a fugas em fiações elétricas antigas e fora do prazo de validade e instalações elétricas posteriores que não foram efetuadas por um eletricista e sim por ¨alguém¨...


Autor do texto e das fotos: Gilson Carlos Pessanha       MyFreeCopyright.com Registered & Protected


Visite e curta a minha página no facebook.com/GilsonEletricista

6 comentários:

  1. Instalações antigas por si só já são um problema, e com essas gambiarras... Curioso como a antiga instalação elétrica destoa do ambiente ao redor, mostrando que geralmente as pessoas realmente não dão a atenção devida a rede elétrica. Aproposito, soube se houve e qual a mudança na conta desse cliente?

    ResponderExcluir
  2. Olá LucasCFX,
    Como serviços foram feitos recentemente, a conta de luz ainda não chegou.
    Calculando espero uma conta em torno de R$160,00.
    Tenha um dia iluminado !

    ResponderExcluir
  3. Primeira conta chegou R$180,00.
    A Concessionária Light enviou peritos para confirmar a existência de ligações clandestinas (gato), devido a fantástica redução no consumo.
    Tenha um dia iluminado !

    ResponderExcluir
  4. Uma redução fantástica com toda a certeza. Excelente trabalho!

    ResponderExcluir
  5. Olá LucasCFX,
    as fugas elétricas causadas por emendas mal feitas e mal isoladas, assim como as fiações elétricas antigas e ressecadas eram a principal causadoras do elevado consumo elétrico nesta residência.
    Tenha um dia iluminado !

    ResponderExcluir