terça-feira, 2 de setembro de 2014

O boiler elétrico estava dando choque nas torneiras e agora parou de funcionar

Olá amigos e leitores do Blog do Gilson Eletricista.

Morador alugou uma residência, onde o aquecimento de água é feito por um boiler elétrico com capacidade para 200 litros de água.

O quê é um boiler elétrico e como funciona ?
Um boiler é um tubo fechado, onde o volume de água é aquecido por uma resistência elétrica.

Quando a temperatura deste volume de água é atingida pelo seletor do termostato, o fornecimento é automaticamente interrompido e somente será ativado quando a temperatura abaixar.

Por quê todas as torneiras e metais dos banheiros estavam dando choque ?
Assim como nos chuveiros elétricos é importante o aterramento, no boiler também.

Apesar da grande etiqueta fixada na lateral, sobre a necessidade de um bom aterramento, este não havia sido feito anteriormente, pelo ex-inquilino.

Por quê o aquecimento da água parou ?
Ao subir até o local onde o boiler estava instalado na posição horizontal, vi de cara duas gambiarras:

Na saída do termostato, colocaram um cabo flexível de 4mm², o qual estava todo derretido e com zinabre;

A alimentação eram em 220 volts obtidos com 2 diferentes Fases de 127 volts cada.

Os cabos de alimentação eram:
Um de 10 mm² na cor preta.
Dois de 6 mm², em paralelo, na cor azul.

Observações Pessoais:
A cor azul é exclusiva para o Neutro e não poderia estar sendo usada como Fase.

Ao aferir a corrente elétrica com a utilização de um amperímetro com garra, anotei uma corrente de quase 60 ampères em 220 volts, o que significa que a resistência elétrica era de quase 14.000 watts.

Isto acarretaria que aquele cabo de 10 mm² estava abaixo do necessário.

Ele estava quente e chegava até a vibrar com a  dificuldade da passagem da corrente elétrica.

Pela distância do Quadro de Luz até o Boiler, meus cálculos estavam apontando um cabeamento mínimo de 25mm², em 220 volts, com queda de tensão de 3% e carga resistiva de 14.000 watts.

Pela Norma o fio Terra deveria ser de 10mm².

Lá no Quadro de Luz, colocaram um disjuntor bipolar Din de 40A e ele deverá ser trocado por um bipolar de 63A, pois constantemente estava desarmando com a corrente de quase 60A.



O terminal amarelo abaixo dos cabos de 6mm²  azuis, está sem o Terra conectado

Conclusão:
As correções necessárias irão gerar obras e o inquilino não quer arcar e o proprietário não quer assumir.

A mais cara será o aterramento, pois este apartamento fica localizado no 19 andar e neste caso o cabo Terra também deverá ser de 25 mm².

Tubulações externas por fora do prédio (contratação de cadeirinha).
Tubulações externas por dentro do apartamento + colocação de sanca de gesso para esconder os eletrodutos + pintura.

Cobrei minha eletrizante visita técnica e fui embora, porque em briga de cachorro grande, o cachorro pequeno sai com o rabo entre as pernas...



Autor do texto e das fotos: Gilson Carlos Pessanha           MyFreeCopyright.com Registered & Protected

Visite e curta a minha página no facebook.com/GilsonEletricista

Nenhum comentário:

Postar um comentário