sábado, 28 de março de 2015

Contos do Gilson Eletricista: O Eletricista e o ajudante Tonhão

Olá nobres amigos e iluminados leitores do Blog do Gilson Eletricista.

Geralmente os eletricistas em geral trabalham só.

Quando o serviço a ser executado é grande, será necessário a contratação de um ajudante de eletricista.

E, assim sendo, contratei o Tonhão.

No primeiro dia de trabalho, chegou atrasado...

No segundo dia, precisei vistoriar o forro de um telhado de uma casa antiga, para acessar o alçapão, a escada com 12 degraus distendida e reta, teve de ser apoiada na beirada do alçapão e como ficou muito na vertical, pedi para o Tonhão chegar a base mais para trás e ficar travando com os pés.

Já estava abrindo o alçapão e ouvi um celular tocar.

E não era o meu.

Ao olhar para baixo, o Tonhão tinha ido pegar o celular dele.

Senti a escada começando a deslizar e me pendurei na borda do alçapão.

A escada caiu com um enorme barulho e eu pendurado no teto e o Tonhão ao celular.

Não suportei o meu peso e cai.

O barulho foi ainda maior.

Desta vez o Tonhão veio correndo e perguntou:

O senhor caiu ?

Está machucado ?

...

E na outra semana, já refeito dos meus ¨50 tons de roxo¨, nas pernas e nas costas, procurei o Tonhão.

Tonhão, só para te demonstrar que não sou uma pessoa que guardo mágoas ou rancor, vou te levar para almoçar em um restaurante fino especializado em frutos do mar e peixes.

Como estava nas proximidades de meu aniversário, lá fomos.




Tonhão assentou-se à mesa e colocou o guardanapo em volta do pescoço, como um babador...

Chamou o Metre de garçom e pediu:

O chefia dá para trocar esta faca que está torta e cega ?



Ao chegar a refeição, Tonhão, me avisou que todas as facas estavam com defeito.

Orientei que àquela faca sem corte e torta, era para travar o peixe no prato e delicadamente, puxar a carne com o garfo.

Quer dizer que eu não vou precisar abrir as asas para serrar ?

O Tonhão isso aqui não é carpintaria e nem teto de gesso e mantenha suas asas junto ao corpo e não coloque os cotovelos na mesa...

Tonhão achou estranho, mas mandou ver na comida.



3 minutos após, já havia comido tudo e exclamou:

A comida está aprovada.

Pode mandar trazer.

Trazer o quê ?

A comida.

Isto já foi a refeição.

Só ????

Não deu nem para encher a panela do meu dente...

E a água daqui tem um gosto ruim (ele bebeu a água com pétalas de rosa para lavar os dedos).

Ao sairmos, ele pediu:

Dá para pagar um sanduba de pernil, naquele bar da esquina ?

Tô com fome...

Fomos até o bar categoria ¨Pé Sujo¨.

Vejam o tamanho do sanduba de Pernil.


                    Isto na verdade é um sanduba de pernil com pão.

                       É tão grande que não dá nem para morder.

Não consegui mais aguentar o Tonhão e contratei uma ajudante de eletricista.

Ela não tem experiência e terei de ensinar tudo.


Mas acho que valerá a pena...

Dica:
Toda regra tem sua exceção, mas de um modo geral, ajudante de eletricista é só problema, porque:

- Ao pedir emprego, vem humilde e aceita qualquer salário, mas depois de 3 meses, quer ganhar mais do que o patrão.

- Sempre chega atrasado e quando você mais precisar de ajuda, ele falta ao trabalho.

- Está sempre falando ao celular ou no facebook.

- Recebe o pagamento na 6ª feira, mas na 4ª feira quer vale.

- Ao pedir para sair, se torna seu concorrente e vai oferecer os serviços dele em todos os seus clientes, por preços menores.

- É criar cobra para te picar...


Siga me no Google+ Gilson Carlos Pessanha


Autor do texto e das fotos: Gilson Carlos Pessanha         MyFreeCopyright.com Registered & Protected




             Visite e curta a minha página no facebook.com/GilsonEletricista

Nenhum comentário: