domingo, 27 de abril de 2014

Atuais Quadros de Medidores Padrão Light

Olá amigos e leitores do Blog do Gilson Eletricista.

Aqui no Rio de Janeiro - Brasil, a Concessionária de Energia Elétrica Light, adotou um novo Padrão para as caixas onde ficam localizados os medidores de consumo elétrico, os populares relógios de luz.

Esta nova implantação vêm sendo realizada, pelos condomínios há mais de cinco anos.

Muitos ainda não fizeram esta modernização e continuam com seus antigos painéis de madeira e sem nenhuma proteção.

Agora com as Auto-vistorias Prediais, eles terão de se adequar e será estabelecido um prazo para apresentação de projeto e execução.

É uma obra cara.

Sempre que este assunto era levado para aprovação em Assembléia dos Condôminos, a maioria era contra a aprovação.

Ontem, como todo final de semana, é o dia em que tudo acontece nas instalações elétricas residenciais dos moradores em geral.

São tomadas que não funcionam, lâmpadas que não acendem, é o Quadro de Luz com cheiro de queimado e os chuveiros elétricos que param de esquentar a água.

E tomar um banho frio, agora que a água está bem mais fria, nem pensar.

O chuveiro parou de esquentar e agora ?
Cliente liga desesperado.

Já troquei a resistência e não resolveu.

Já olhei no Quadro de Luz e o disjuntor do chuveiro está ligado.

Chegando nesta residência, o primeiro passo foi abrir o Quadro de Luz e aferir se as correntes elétricas vindas do Pc de Luz estavam presentes e normais.

Ao retirar a tampa, avistei logo de cara, um grande derretimento nas fiações elétricas no barramento do Neutro, causadas pela corrosão do azinhavre no cobre dos condutores.


Ao comprovar a entrada das 3 Fases, uma delas era exatamente a Fase que alimentava o disjuntor do circuito elétrico do chuveiro e que não estava presente.

Onde fica localizado o Pc de Luz ?

Corredor social no térreo.

Como estes novos Quadros Padrão Light, ficam instalados em um bonito e luxuoso corredor, após a instalação dos mesmos, resolveram esconder este visual com portas de correr e colocaram um espelho ao lado como decoração.



Quem é este cara no espelho ?   Este cara sou eu (Gilson Eletricista)

Deslizei a porta junto ao espelho e lá estava o disjuntor do apartamento.

Levantei a portinhola superior para ter acesso ao disjuntor tripolar de 40A classe C e confirmei que no borne superior, mesmo com o disjuntor armado, não saia corrente na Fase correspondente ao cabo elétrico.

Comprei um Disjuntor Tripolar de 40A classe C da marca Siemens e soltei os 2 parafusos que travam a parte superior do Quadro, para que esta peça articulada com 3 dobradiças na parte inferior, girasse para baixo e possibilitasse o acesso aos parafusos de conexão dos cabos elétricos, assim como para liberar a trava que imobiliza o Disjuntor Din no trilho.

Ao começar o giro, a tampa bateu na madeira ao lado do espelho.


O marceneiro, ou o decorador não levou em consideração que esta tampa superior precisaria  fazer este giro, em caso de se precisar ter acesso aos disjuntores.

O quê fazer ?

Eu poderia delicadamente, utilizar o famoso e conhecido método português, o qual é utilizado para resolver quase tudo e dar umas ¨porradinhas¨, com um martelo, pelo lado de dentro e despregar o acabamento de madeira.

Entretanto, este acabamento ao sair iria estragar a parede ao lado do tal espelho.

Vamos acionar o Patente Alta (Síndico) e pedir autorização.

Ele lá chegando, disse que este novo Quadro, já tinha 3 anos de uso e que o acabamento das portas e madeiras foi feito por uma decoradora.

Como a movimentação neste corredor é grande, logo se reuniu uma grande quantidade de ¨engenheiros¨.

Deram muitas sugestões mas, finalmente prevaleceu a do Chefão síndico.

Mandou que eu tirasse o pino da dobradiça central e o pino da dobradiça do lado direito.

A dobradiça ao lado do espelho, não havia como.

Com o lado direito e o meio soltos, chamou o porteiro e ambos, puxando com as mãos, entortaram a tampa para baixo.

Com este acesso já foi possível substituir o disjuntor.

O canto esquerdo da tampa ficou entortado e a tampa ficou presa somente pelo parafuso da direita.

Comentário Pessoal:
Isto foi feito para não retirar a madeira de acabamento e após recolocá-la não com pregos e sim com 3 parafusos.

O ideal seria diminuir a largura da madeira, antes de recolocar, para que futuramente não seja mais necessário removê-la para ter acesso aos disjuntores.

Retornei ao apartamento e substitui o barramento do Neutro e refiz as emendas corroídas.

Estas emendas não estavam impedindo o funcionamento do chuveiro elétrico, mas a qualquer momento iriam estourar e parar o funcionamento de tudo na residência.

Dica:
Sempre que você eletricista, for chamado para fazer uma manutenção corretiva e constatar a existência de outras situações que irão em breve causar outros defeitos, não se faça de cego e não faça vista grossa, na esperança de ser novamente chamado.
Mostre ao seu cliente, a necessidade de outra manutenção e passe o orçamento.
A decisão ficará por conta dele ou do proprietário.
Seu dever e consciência profissional foi cumprido...


                   Autor do texto e das fotos: Gilson Carlos Pessanha                    
MyFreeCopyright.com Registered & Protected
Blessed Be Comments
Visite e curta a minha página no facebook.com/GilsonEletricista

Um comentário: